1359

O Pai não castiga ou condena os espíritos que erram

12/03/2009



Amigos,

Haverá um tempo em que reinará a paz.

Tempo virá em que o amor sincero guiará a conduta dos homens. Nos tempos vindouros, as únicas adversidades a enfrentar serão aquelas escondidas no fundo das almas. Adversidades que pelo trabalho vereis convertidas em luz.

Não mais a guerra ou a fome.

Não mais a violência ou os abusos de toda ordem. As paixões terão sido banidas e em seu lugar a serena expressão dos sentimentos guiará as relações humanas.

Credes irmãos, esse tempo virá e para ele deveis vos preparar.

É com esperança nos vindouros dias felizes da Terra Renovada, que deveis estender o esforço de mudança e progresso que vos cabe realizar. Nem o esmorecimento, nem a descrença. Retirai de vossos corações a incerteza de um futuro feliz.

O Pai não castiga ou condena os espíritos que erram, apenas corrige suas rotas para que, em tempo mais curto, reencontrem o sentido maior da existência.

Que Deus nos ampare os passos.

Luiz Sérgio

GESJ – 10/07/2007 – Vitória, ES – Brasil




RETORNAR ÀS MENSAGENS E DIVULGAÇÕES
ENTRE EM CONTATO CONOSCO AGORA MESMO!
Todos os direitos reservados ao Grupo Espírita Servos de Jesus | 2017
FBrandão Agência Web