1484

Visitantes inesperados do físico e do astral

03/06/2009

      A+ A-


Vidência:

Terça-feira passada, 07/12/04, quando nos concentramos sobre o Grupo da Gnose, vi que um polvo de tentáculos finos e pegajosos, com uma gosma nojenta aderida em seu corpo e com cabeça pequena, acompanhava de perto os três personagens: os dois rapazes e uma moça. O polvo mantinha contato entre os três com seus tentáculos, em movimentos sensuais. Ele tentou envolver uma companheira nossa sem sucesso. Quando os três desceram a rampa para irem embora o polvo foi aprisionado em uma jaula especial pelos Trabalhadores do GESJ.

Um segundo polvo negro, estava sobre o prédio do GESJ pronto para dar o bote, mas foi impedido por descarga elétrica que o atingiu, e também, foi aprisionado.

Deixaram eles entrarem, justamente, para serem aprisionados.

Do lado de fora, um gigantesco Reptiliano a tudo assistia furioso.

Hoje, 11/12/04, vejo a luta entre D. Margarida e o referido Reptiliano no astral.

Primeiro o vejo comendo uma pessoa, que não identifiquei. Sua boca ficou suja de sangue.

D. Margarida se aproxima e ele se dirige a ela com escárnio: "Vocês são fracas. Vamos destruir todos vocês...."

Ela diz a ele: "Você está enganado meu irmão, onde há a Força Maior, cessa a menor, que no caso é você. Se tem essa forma horrenda é de tanto praticar o mal. Mas a eternidade não tem fim e você será derrotado por nós, aprisionado e levado para uma Nave-prisão. De lá para um "planeta estéril", em exílio. Não tem saída, ou você se curva diante da Força de Deus ou quem sairá perdendo é você."

Ele parte para a luta, gritando: Ataquem! Pois julgava que D. Margarida estivesse sozinha. Ela estava gigante como ele, no entanto, nós estávamos atrás dela e a um sinal nós nos fizemos visíveis para ele. De todos os lados surgiam seres negros, deformados a nos cercar. Partimos para a luta. Dona Margarida lutava com o Réptil grande. Não parava de surgir seres negros. Em determinado ponto da luta, num brado emocionante ela gritou: "Lutem meu povo!" De todos os lados surgem Trabalhadores da Luz e a luta foi feroz.

Sinto a presença do Comandante Setum Shenar. É como, se sua presença, fizesse com que eu me lembrasse de fatos relacionados aos Reptilianos, inclusive seu pedido para que nós divulgássemos sobre estes Seres, tudo ligado a este momento.

GESH – 11/12/2004 – Vigília Abrigo Servos de Jesus – Vila Velha, ES – Brasil




RETORNAR ÀS MENSAGENS E DIVULGAÇÕES
ENTRE EM CONTATO CONOSCO AGORA MESMO!
Todos os direitos reservados ao Grupo Espírita Servos de Jesus | 2017
FBrandão Agência Web