1519

Visitando o Lar dos Velhinhos

26/06/2009



Almas Benfeitoras vos chamam às virtudes elevadas.

Por séculos a fio vagastes perdidos na escuridão e eis que o Amor do Mestre dos Mestres vos resgatou dos desatinos da mente ignorante reunindo-vos em família de trabalho e progresso. Não tarda a renovação e a mudança. Que todos os chamados alcancem os pupilos amados, convocando-os nessa última hora ao trabalho.

É necessário unir as mãos em favor dos sofredores, pois são muitos mais do que podeis imaginar. Quanto mais recrudesce a dor sobre a superfície terrena, maior a horda de espíritos perambulando em desespero, perdidos, desorientados nos planos espirituais. E quem compadecido de suas dores poderá lhes estender as mãos, se não vós que outro dia estáveis como eles, perdidos e sem esperança de resgate? O amor do Cristo vos colocou de pé, ofertando-vos novas oportunidades de reencarnação e trabalho.

Sedes gratos, também vós, estendendo as mãos àqueles que choram, que sofrem, dando-lhes uma oportunidade de alivio, dando-lhes de coração, o amor sincero de irmão. É tão pouco o que necessita o espírito errante.

Sedes mansos diante das adversidades do caminho, pois a hora é de confronto gravíssimo com as trevas. É preferível, em nome do Cristo, renunciar as gloríolas terrenas e avançar, progredindo sempre, do que deter o passo na defesa insana do orgulho material em detrimento da elevação do espírito. Que sejam consideradas menos importantes as pequeninas querelas do dia-a-dia e colocada sempre, acima de todas as coisas, o dever cristão de servir ao próximo como gostaríeis de verem servidos aqueles que amam.

Se um amigo, um irmão, um ente mais próximo, não compreende as lições, que seu amor possa ser redobrado no esclarecimento daqueles que se encontram preparados para dar o passo em direção a Luz. Que o amor e a dedicação de vossos corações possa ser direcionado àqueles, que mesmo sendo para vós desconhecidos, encontram-se no momento exato do despertar.

É um exercício de amor que deveis dedicar em nome do Cristo amado.

Agora coloco-me diante de vós, para esclarecimentos que desejais. Dúvidas, perguntas que possam ser esclarecidas.

P – Gostaria de saber do Irmão, sobre o trabalho aqui no Lar com os idosos. Que orientação o Irmão tem para dar ao Grupo que aqui trabalha?

Ramatis: O quanto antes deveis empreender esforços no sentido de esclarecê-los sobre a transitoriedade da vida. É necessário que disponham de ferramentas interiores, na compreensão da transição que se aproxima para o plano espiritual, de seus espíritos.

Chegando do outro lado, muitos permanecem em estado de adormecimento mental, sem compreender a mudança que se processou, apegados a realidades passadas, que necessitam ser libertas para dar a oportunidade de avanço aquele espírito. É portanto, no plano material, na matéria em que se encontram, que se faz necessário o esclarecimento e preparação para esta alma, às vésperas de viagem importante a mundo, muitas vezes, desconhecido. Respeitando-se as limitações de cada qual, deveis esforçar-vos por preparar essas almas para a "grande viagem" que farão.

Muitos permanecem apegados à condição de idosos, quando já libertos. Poderiam, também, essas criaturas remoçadas pela realidade atemporal do plano espiritual, ingressarem nas fileiras do Cristo e trabalharem em favor da paz, da harmonia e do bem, da vitória sobre as trevas. É, portanto, de enorme importância que essas mentes sejam preparadas.

Não temais falar sobre a morte. Não temais esclarecer as mentes, pois não estareis sozinhos. Acompanham-vos Trabalhadores pressurosos e amorosos Profissionais do Além, que tudo farão para auxiliar-vos na tarefa que hora vos apresentamos.

P – Como trabalhar melhor nesse Seara?

Ramatis: A Seara é grande e os trabalhadores em número reduzido. Portanto, é necessário que aqueles que empreendem esforços em favor do próximo, seguindo os ditames do Evangelho, tragam em suas mentes o discernimento e a lucidez, para que cada passo em direção à Luz, seja de grande proveito a toda coletividade.

O Núcleo constituído por vós necessita fortalecer-se e preparar trabalhadores. O trabalho de preparação é muitas vezes lento, mas o único caminho capaz de conferir solidez ao trabalho de uma Casa em crescimento. Antes de expandir as frentes de atuação, faz-se necessário o fortalecimento do Núcleo inicial. Portando, é esta preparação, etapa fundamental para o avanço na direção de outras atividades. E quando nos referimos ao trabalho, não nos reportamos ao número dos dias dedicados, mas a qualidade dos serviços prestados na Seara do Cristo que devem seguir a lógica do amor, da fé, da caridade e do perdão.

Entre vós, desenvolveis a união e a força capaz de alçar-vos acima dos homens comuns e situar-vos na qualidade de Servos de Jesus.

P – Sei que nós temos que respeitar o livre arbítrio de cada um. Em nosso Grupo, muitos estão afastados e por falta de trabalhadores o serviço e as dificuldades aumentaram, tem hora que a gente fica perdido. Como fazer?

Ramatis: O livre arbítrio dos irmãos que negligenciam suas tarefas não deve tornar-se empecilho ao livre arbítrio daqueles que desejam trabalhar. Que as realizações sejam empreendidas por aqueles, que fazendo uso do seu livre arbítrio, escolheram servir ao Cristo e que, a organização de vossa Casa reflita no desejo do pequeno "Grupo" comprometido com o trabalho.

Que nada, nem ninguém, detenha os passos do seareiro sincero, humilde, e que deseja entregar as suas mãos como ferramenta do amor, a servir o próximo em atendimento ao Cristo.

Que vossas lágrimas representem a decisão definitiva de libertação do homem velho e reconstrução do "homem novo", feliz pela escolha realizada. Determinado a não mais retroceder, aproveitando o último chamado para enfim, renovar-se em força, em fé e em trabalho.

Deixo-vos a paz do Mestre Jesus, Ele, que a nós todos, conduz.

Ramatis

GESH – 16/09/2006 – Lar dos Velhinhos – Iuna, ES – Brasil




RETORNAR ÀS MENSAGENS E DIVULGAÇÕES
ENTRE EM CONTATO CONOSCO AGORA MESMO!
Todos os direitos reservados ao Grupo Espírita Servos de Jesus | 2017
FBrandão Agência Web