1902

Na cova dos leões

06/07/2010



Salve o Pai que nos guia!

Irmãos de humanidade, quando o ser humano compreender o que é a dor, então passará a entender a necessidade das conturbadas convivências familiares, das dores físicas e morais; e, através desta lição já assimilada, solidifcar-se-á a fé que fortalecerá o ser diante das provas que precisará passar. Deste modo, nenhuma cova com leões abalará a convicção de que o Pai olha por nós.

Portanto, para acreditar nos Desígnios de Deus, a criatura deve despojar-se dos fardos que o prende aos mundos de dores e sofrimentos. Despir-se do orgulho, vaidade e da presunção de que as faltas cometidas serão esquecidas, e que estas se perdem no esquecimento da dor que fizemos o irmão passar.

Irmãos vivam cada dia como se no momento seguinte tudo lhes fosse tirado, restando-lhe somente os bens imateriais: amor, perdão e compaixão; e nesta hora, volte-se para o próximo compreendendo que quem doa amor recebe amor.

Luz do Mestre Jesus a todos!

Daniel

(Na cova dos leões)

Nota do médium: Quando ia escrever o nome do irmão comunicante, perguntei se ele era o Daniel da Bíblia e veio a resposta que confirmou ser o mesmo.

Ele diz:

Hoje as feras estão nas cavernas das mentes humanas e estas, infelizmente, foram criadas através das ações infelizmente ao longo dos tempos. Compete a cada um combatê-las e eliminá-las.

Daniel

(Na cova dos leões)

GESH – 08/06/2010 – Vitória, ES – Brasil




RETORNAR ÀS MENSAGENS E DIVULGAÇÕES
ENTRE EM CONTATO CONOSCO AGORA MESMO!
Todos os direitos reservados ao Grupo Espírita Servos de Jesus | 2017
FBrandão Agência Web