135

Presença Divina

19/02/2001



Senhor, que meus olhos não se cerrem diante do pranto de meu irmão.

Que meu coração não se feche à dor desta Terra.

Que eu não seja mais um a mendigar socorro.

Que eu não seja presa fácil da matéria.

Pai, que Tua Luz que me guia, não permita que eu me desvie da estrada.

Que o pulsar de Teu Coração seja minha bússola no caminho a seguir.

Que Teus Braços possam embalar minhas angústias e acolher minhas vitórias.

Que eu possa orar sem esquecer do trabalho cristão.

Que eu possa enxergar sem julgar.

A dar sem receber. A lutar sem jamais desistir da batalha.

Que meu objetivo maior nesta vida seja o que Vós designou para mim.

Que meu pranto não sirva para alimentar desesperança.

Que minhas mãos estejam estendidas para que eu possa erguer meu irmão.

Pai, estou em Ti e sinto Tua presença em mim.

Sigo Teus ensinamentos, Tuas Leis.

Que eu seja instrumento útil nesta Transição.

Que eu seja Teu Guerreiro. Luz.

Atanagildo*, em 26/08/00
GESH, Vitória (ES), Brasil

*Discípulo de Ramatis, autor do livro Semeando e Colhendo.




RETORNAR ÀS MENSAGENS E DIVULGAÇÕES
ENTRE EM CONTATO CONOSCO AGORA MESMO!
Todos os direitos reservados ao Grupo Espírita Servos de Jesus | 2017
FBrandão Agência Web