3547

Daquele que um dia o destino concedeu a honra de dirigir esta grandiosa Pátria

14/03/2016

      A+ A-


Queridos irmãos

Passada a fase de recuperação da atitude insana cometida contra mim mesmo; apaziguada a consciência após longo período de sofrimento e culpa, e considerando as atenuantes das quais nem eu próprio era sabedor, a vós me dirijo, queridos irmãos brasileiros, rogando serenidade e reflexão nestes momentos de dores que assolam o Planeta e em particular nosso querido Brasil.

Assim como tenho recebido o apoio amoroso de quantos julgava pequeninos na Terra, escondidos no anonimato dos mais humildes servos à minha volta, hoje reconhecido, elevo meu pensamento ao Pai Grandioso, rogando abençoe esta Pátria que muito amo, cuja representatividade se manifesta na figura de trabalhadores das mais diversas raças: negros africanos, brancos europeus, indígenas nativos ou irmãos asiáticos, todos respondendo pelo progresso desta grande Nação.

Se o passado me encheu de glórias imerecidas, no presente, como dívida de gratidão, do plano onde me encontro, quero retribuir em súplica de bênçãos a este povo alegre e trabalhador, desejando-lhes um futuro feliz, onde os esforços de cada um sobrepujem os problemas e atribulações presentes, em benefício de toda a coletividade.

Finalizo agradecido pela oportunidade, enquanto rogo ao Senhor, bênçãos de Paz e Harmonia a todos.

Um fraternal abraço daquele que um dia o destino concedeu a honra de dirigir esta grandiosa Pátria.

Paz com todos.

Getúlio Vargas

GESJ – 07/04/2008 – Reunião de Diretoria – Vitória, ES – Brasil

Nota: Mensagem retirada da Divulgação 59




RETORNAR ÀS MENSAGENS E DIVULGAÇÕES
ENTRE EM CONTATO CONOSCO AGORA MESMO!
Todos os direitos reservados ao Grupo Espírita Servos de Jesus | 2017
FBrandão Agência Web