3922

A Terra caminha para a Nova Era

22/04/2020

      A+ A-


Salve, Jesus!

Exilados, viestes para a Terra, presos às vossas dívidas cármicas, envolvendo nações, famílias e vossos próprios espíritos. Estivestes, sempre, presos às paixões, aos fanatismos, às posses materiais, escravizando-vos ao ouro e ao poder.

Em dado momento, por misericórdia Divina, desceu à Terra o Anjo Jesus, oferecendo a oportunidade de mudança para vossas vidas e para o planeta.

Muito antes da vinda do Messias, o homem já era escravo dos seus erros e vícios. Nem mesmo com a Boa Nova que Ele trouxe como oportunidade de redenção, desviou a alma endurecida do caminho de dor que vem trilhando até hoje.

Subjugou o irmão negro e, apesar da abolição dos grilhões, continuou o preconceito, oculto em pensamentos, gestos e palavras. No entanto, além da escravidão pela cor, o homem, não satisfeito com o mundo de dor que criou, buscou para sua alma outros grilhões: escravizou-se à forma física, buscando o corpo perfeito; tornou-se escravo do seu ego, das religiões, da vaidade, do dinheiro, do poder e do sexo.

A Terra se encaminha para a resolução dos seus problemas. O tempo acelera e os homens modernos da civilização do terceiro milênio, aos poucos, tornam-se novamente primitivos. Antes, eram os tacapes que usavam na violência contra a mulher, levando-as para suas cavernas, escravizando-as. Hoje, os mesmos homens usam armas modernas e sua força física para continuar a escravizar a mulher, ainda se considerando seu dono. No passado matava-se para comer; hoje, morre-se por comer muito.

Muda-se a prática, mas os fundamentos são os mesmos, a permissividade vai tomando conta da sociedade e nem o avanço tecnológico, cultural, literário e consuetudinário melhorou a vida moral da sociedade.

Então, resolutos, os Mestres, avisam que o fim dessa civilização está se aproximando e, mesmo assim, as mudanças individuais na sociedade são muito poucas. Chegarão as grandes catástrofes com suas avalanches, terremotos, enchentes, ventos, fogo e arrastarão consigo essa população indiferente e ingrata, que em nenhum momento rendeu graças ao sacrifício do Mestre Jesus, em nenhum momento parou suas febris atividades para estudar seus ensinamentos e, muito menos, ouvir, ler as mensagens que chegam do Alto, quando Jesus disse que vozes desceriam para socorrer a humanidade.

Nem mesmo os espíritas, que têm a fonte viva, os mananciais de Luz que chegam através das mensagens, nem mesmo eles estão conseguindo se diferenciar da humanidade descrente, ou modificarem-se para compreender o momento que a Terra passa. E a separação continua sem depender dos que creem ou dos que não creem.

Como disse o Mestre Jesus: “Vá, que tua fé te curou”. Mas a humanidade está doente por falta de fé e de amor no seu trato com o próximo, na sua interação com a Divindade. Falta fé em si mesmo, em acreditar que sua mudança de comportamento lhe trará a paz que tanto se busca.

E o Mestre Jesus continua firme no Seu propósito de elevar o planeta e o maior número possível de pessoas que tomou para si com grande amor e carinho. Ele não se encontra nas mansões de Luz, nas paragens celestes. Ele está aqui, junto a cada um de vós, esperando somente que os vossos olhos e os vossos corações se voltem para Seu amor.

Aproveitai a grande oportunidade que se abre com o fim desta humanidade. É a oportunidade ofertada através da Transição Planetária, um presente Divino. Que saibais aproveitá-lo, para fazerdes jus a habitardes em um planeta melhor, renovado, justo, fraterno, harmônico e evangelizado.

Que a Luz do Mestre Jesus esteja entre nós!

 

Joana de Angelis

GESH – 18/01/20 – Vitória, ES – Brasil




RETORNAR ÀS MENSAGENS E DIVULGAÇÕES
ENTRE EM CONTATO CONOSCO AGORA MESMO!
Todos os direitos reservados ao Grupo Espírita Servos de Jesus | 2017
FBrandão Agência Web