3954

O Natal dos "Tempos Modernos"

13/12/2020

      A+ A-


Saúde, alegria, paz e amor, é o que o Grupo Espírita Servos de Jesus GESJ deseja a todos vocês e a humanidade terrestre, da qual fazemos parte, principalmente nestes dias inesquecíveis, em que comemoramos o nascimento do Meigo e Amado Mestre Jesus, Espírito Sublime que não merecia o sofrimento físico e moral que os terráqueos O fizeram passar.

Desceu de Sua Celestial Morada para dar-nos o exemplo da prática do amor incondicional, do perdão sem limites, da fé inabalável, da renúncia, solidariedade e coragem para enfrentarmos a dor, de qualquer natureza, e as dificuldades que a vida oferece-nos.

E o que fizemos com todo esse acervo de virtudes? Por acaso estamos praticando Seus Ensinamentos?

Eu acho que não.

Banaliza-se o sexo; desvaloriza-se a vida; desrespeita-se os idosos e as crianças, maltrata-se os animais e devasta-se as florestas...

Em suma, destruímos nossa Casa, a querida Mãe Terra.

Então, como não vivenciarmos, nos dias atuais, essa constância de catástrofes de toda espécie, varrendo o Planeta, de norte a sul, de leste a oeste? E os crimes hediondos de todo tipo, cometidos contra crianças e jovens adolescentes?

É como se a Terra estivesse bem doente e, desesperadamente, tentando lançar para bem longe seus filhos ingratos, perversos e rebeldes.

Diante do que vemos diariamente, apenas uma minoria fará jus à Terra Renovada (ou Regenerada). Mas, voltemos ao nosso assunto após esta divagação.

O Natal dos "Tempos Modernos" consta apenas de "comes e bebes", mais bebe do que come, e lembrancinhas para amigos.

Fala-se demais em Papai Noel e presentes, entretanto, do nascimento de Jesus, o Ser mais lindo e perfeito que viveu entre nós, filho de Maria e José, o carpinteiro, isso já esqueceram "faz tempo". Até as lindas músicas e melodias que eram tocadas durante o mês de dezembro, pararam de circular nas ruas e lojas.

Trocaram Jesus por Papai Noel, e o Presépio, encanto da garotada, foi substituído pela Árvore de Natal. Quando se lembram do Adorado Mestre dos Mestres, é para pedirem alguma coisa ou nas horas de desespero e dor. Porém, nessa última é para acusá-LO, cobrá-LO, julgá-LO e crucificá-LO novamente. Nunca "merecem" a dor e o sofrimento que estão passando, e clamam: "Jesus foi injusto comigo... Eu (ou alguém da família) não merecia isso!... E por aí vai, reclamando e blasfemando.

Semeamos muitos espinhos ao longo da nossa jornada evolutiva e no momento já estamos colhendo, pois "A semeadura é livre, mas a colheita é obrigatória" (palavras de Jesus).

E assim, encurtando estas palavras, e para amenizar o "clima", colocamos uma poesia de Auta de Souza.

"Paz em todos os quadrantes planetários e Paz também em seus corações" (palavras do Comandante Ashtar Sheran).

Margarida

Dirigente (Espiritual) do GESJ, em dezembro de 2010

 

É Natal de Jesus

 

Vem vindo o Natal na Terra

Natal do Mestre Jesus

Apesar da paz que ele encerra

Longe a paz, mais perto a cruz.

 

É Natal de Jesus

Junto a Ele vem estar

Sabendo que muitos sofrem

Quando querem se transformar.

 

Na noite que muitos cantam

Celebrando o dom da vida

Pensa naqueles que sofrem

Louvando-a sem medida.

 

Passa o tempo, correm as horas

No relógio dos homens vãos

Distraídos, correm tolos

Atrás das sombras da ilusão.

 

Veio o Mestre e Bom Amigo ensinar-nos.

Deu a vida por nós na cruz,

Mas renasce a cada ano

Lembrando-nos de Sua Luz

 

Não se esqueçam em meio às festas,

Que o Natal, mais que festa, é esperança

Do amor, da bondade e da fé,

Que Ele nos deixou de herança

 

Presenteie a si mesmo

Com o ato perfeito e são

Deixando o egoísmo e

Amoroso, estenda a mão.

 

Auta de Souza

GESJ - 21/12/2004

 

Nota: Mensagem retirada da Divulgação 59.




RETORNAR ÀS MENSAGENS E DIVULGAÇÕES
ENTRE EM CONTATO CONOSCO AGORA MESMO!
Todos os direitos reservados ao Grupo Espírita Servos de Jesus | 2017
FBrandão Agência Web