241

Os Tempos Avançam

21/09/2003



 Amados irmãos!

Trago-vos o amor.

Trago-vos novas esperanças.

Anseios de paz, expectativa de grande parte da vossa população, materializar-se-á na figura dos novos tempos que se avizinham.

Preparai-vos queridos irmãos.

Persisti nos propósitos de renovação a que tendes sido convidades a engajar, quaisquer que sejam as ocorrências sugestivas contrárias, muitas vezes disfarçadas na bandeira da religião.

Pensai em termos de macro-visão, abrangendo tempo-espaço não convencional à vida humana terráquea, permitindo ao vosso espírito vislumbrar na dimensão do infinito a realidade do progresso espiritual.

A mente presa unicamente aos momentos presentes, no contexto dos acontecimentos previstos e anunciados para este final dos tempos, aliás já em ocorrências esparsas mas com aceleração gradual, sofrerá intensamente, pois não será capaz de visualizar a finalidade dos fatos em toda a sua expressão.

Quem quiser compreender e sentir, para reforçar o equilíbrio do espírito no momento das provações maiores, terá que dilatar as pupilas da visão transcendental, a fim de perceber a grandiosidade desse momento.

Terá que encarar a revolução que já se iniciou com a visão futurista da renovação, entendendo que as mutações de ordem geológica (a nível físico) e psíquica (a nível espiritual) carecem de tempo mais dilatado a que não estais habituados a ater-vos.

Assim convencei-vos de que, para viver os momentos a que estais presos e vinculados, em relação à humanidade submetida às provações da hora final, com serenidade e resistência, necessário vos é, assimilar os ensinamentos que temos trazido a vós, entendendo que à felicidade precede sacrifícios e abnegação.

A vivência hoje sob tormentos indica o prenúncio de alegrias duradouras no futuro.

O Juízo Final, tão apregoado pelas religiões convencionais, mais intensamente propagado atualmente, representa em termos macrocósmicos, tão somente a seleção do joio do trigo, permitindo a vossa humanidade, novas esperanças em caminhos desimpedidos, reservados ao progresso dos que se selecionaram, assentando-se à direita do Cristo.

Trago-vos a Paz.

Trago-vos novas esperanças.

Esperança de um mundo melhor, isento dos vícios que vêm corrompendo a humanidade, longe do arbítrio das guerras, da violência, do desrespeito ao irmão.

Convido-vos ao amor, à religiosidade.

Convido-vos à luta, primeiramente contra vós mesmos, vossas fraquezas, posteriormente contra o mal generalizado.

Tendes fé no amanhã. Haveis de vencer.

Paz e Amor.

Mateus, em 05/06/1986

GER - Vitória (ES), Brasil




RETORNAR ÀS MENSAGENS E DIVULGAÇÕES
ENTRE EM CONTATO CONOSCO AGORA MESMO!
Todos os direitos reservados ao Grupo Espírita Servos de Jesus | 2017
FBrandão Agência Web