632

As Grandes Organizações Criminosas Obedecem a Besta

07/08/2005



Irmãs.

Nós vos saudamos com amor e paz nos corações. Os trabalhos de limpeza continuam e antecedem o enfrentamento final.

Muitos são os imprudentes que caíram e ainda caem nas garras mentais da "besta fera" sucumbindo a sua perniciosa força.

Chafurdados na dor e no desespero, muitos seres afundaram na lama pútrida do seu universo mental de vibração infernal. A Bondade Divina determina que onde quer que haja seres humanos, ainda que em estados lastimáveis, estes sejam resgatados e socorridos, recebendo do Alto, mais uma vez, a oportunidade de renovação.

Cabe aos imprudentes do passado, hoje renovados pelo Amor do Cristo, trabalhar em favor das almas infelizes, tirando-as do lodo em que se chafurdam.

Bendito o trabalho renovador, que vos convida ao resgate ameno, das dores impingidas a outrem no passado!

Vossos corpos mergulhados na lama podre, em busca dos corpos degradados, são protegidos por tratamento especial impermeabilizante que permite que entrem e saiam sem que o vosso corpo mental se contamine.

Tal preparação também vos torna invisíveis e portanto livres da detecção da "Besta" e de sua possível retaliação, caso vos notasse a presença.

Esse trabalho faz parte do plano de redução das forças do terrível "Ser".

P – Como assim Irmão?

R – Na verdade, a região que vos pareceu depósito de detritos da "Besta" é uma de suas áreas de armazenamento de energias. As mentes dos seres ali depositados reúnem os piores e mais lamentáveis pensamentos criminosos e sentimentos desequilibrados que transitaram sobre a superfície da Terra. São aqueles cuja sintonia mental-criadora ligava-se diretamente com os pensamentos oriundos da "Fera".

P – Então, quando encarnados era a Besta que alimentava os pensamentos desses seres?

R – Sim. Eram sua ancoragem na superfície do Planeta, cujos seres funcionavam como medianeiros alimentando de idéias maquiavélicas as infelizes mentes desequilibradas, que se tornavam executoras de suas ordens.

P – Então não eram bandidos comuns e sim grandes chefes idealizadores dos crimes?

R – Correto o pensamento. Mentes inteligentes e preparadas, em geral no comando de Grandes Organizações Criminosas como a Máfia, e as Facções Terroristas que vossa história, tão bem, vem registrando.

Diferem, portanto, dos infelizes fanáticos que trazem em si a força da execução dos crimes hediondos, arquitetados por outros. Estes não dispõem de inteligência elevada para canalizar seu pensamento febril e doente.

Rochester

GESH – 15/07/2005 – Vitória, ES - Brasil




RETORNAR ÀS MENSAGENS E DIVULGAÇÕES
ENTRE EM CONTATO CONOSCO AGORA MESMO!
Todos os direitos reservados ao Grupo Espírita Servos de Jesus | 2017
FBrandão Agência Web