53

Divulgação 53

15/07/2009

      A+ A-


Leitores amigos, paz, em nome de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Muita coragem, fé e confiança nos Desígnios Divinos, para não sermos arrastados no turbilhão das duvidas, das revoltas e dos desatinos humanos.

Os crimes de toda espécie cometidos nesses últimos anos, principalmente em relação a crianças, são bárbaros.

Aqui, no Espírito Santo, "Dia das Mães", sem nenhum motivo, um bebê de 5 meses foi morto a facadas, enquanto dormia tranquilo no berço.

O assassino foi seu tio, um jovem de mente desequilibrada, que foi morto logo em seguida pela polícia.

Por que uma criancinha indefesa? Havia várias pessoas adultas na casa!...

Os últimos tempos de um "Ciclo Planetário" que se finda, já vivemos, daí tanta violência e insanidade.

Somente através do conhecimento mais atento da Lei da Reencarnação, também conhecida como Lei do Retorno, Lei de Causa e Efeito e Lei do Karma, conseguimos aceitar essa realidade, sem revoltas, sem dúvidas e julgamentos precoces, mesmo porque o "julgamento" pertence a Deus.

"Não julgueis para não serdes julgados". Palavra de Jesus.

Mudando de assunto, porém, ainda sobre a violência sem limites, que apavora o Mundo de hoje, graças a Deus e ao Amoroso Mestre Jesus, não houve confronto sangrento entre os "Índios" da Reserva Raposa do Sol e os "Civilizados", conforme desejo da Besta e dos seus fiéis seguidores.

O Governo agiu como devia ser, já programado pelas "Forças do Bem".

Recebemos muitas mensagens de teor excelente para meditação e análise profunda sobre a vida no planeta; conhecimento que reforça nosso equilíbrio emocional, psíquico e mental.

Jesus, quando esteve entre nós, um dia, nos disse:

"A semeadura é livre, mas a colheita é obrigatória."

Não sairás de lá enquanto não pagares o último ceitil."

Conclusão: Estamos, no momento, pagando nossas dívidas, contraídas através dos milênios findos. Só a Reencarnação nos explica os motivos de tanto sofrimento e loucura; por consequência, vemos fortalecidas nossa coragem, fé e confiança no Pai Maior para atravessarmos a última fase na Terra, planeta ainda de Expiações e Provas e fazermos jus à Terra de Redenção.

Margarida

GESJ, junho de 2009

Nesse número, trazemos as últimas mensagens recebidas na viagem a Roraima e duas mensagens diversas.


Um único povo, e Tupã um só Deus

Nação Indígena está repleta de desejo de Paz.

Nação Indígena deve unir-se em defesa dos Povos Índios e em defesa da terra, da água, dos animais.

Índio deve guerrear apenas em sua defesa, nunca em ataque.

Índio deve viver da terra, amar a natureza e os animais.

Toda Nação Indígena do Planeta entenda que será terminado o tempo de índio e começo de Nova Era, onde um só povo será habitante da Terra, deste planeta.

Todas as cores de gente, um único Povo! Tupã um só Deus! Todos vivendo como irmãos, em fraternidade, quando então, índio não precisará mais se pintar para a guerra.

Índio defende a terra, sua morada, mas, deve manter-se índio, praticando sua cultura.

Jesus não tem raça, ama todos como irmãos, filhos muito amados.

A paz deve ser cultivada nos corações de índios.

Cacique Thuerê, um amigo e irmão, da Tribo dos Caigangues

Em 26/11/2008

 

O Foco de Luz que representais

Irmãos, não deveria haver barreiras de raças e religiões entre os seres humanos, mas o preconceito e o orgulho estão acima das Leis de Fraternidade, que regem a convivência entre os seres.

Não deveis mais esperar concórdia entre as criaturas da Terra, pois as Falanges Trevosas avançam sobre os seres encarnados e desencarnados, exacerbando ódios e preconceitos, estimulando a desunião, o confronto e a guerra.

Aqueles que possuem fé devem permanecer com suas mentes ligadas à Força Geradora da Vida; e praticar as Lições do Mestre Jesus, mantendo-se em níveis vibratórios distintos dos seres infelizes e das faixas densas que envolvem esta humanidade.

Todo Foco de Luz que se acende, aqui e acolá sobre o planeta, fortalece os Direitistas do Cristo para suportarem as duras provas, mantendo-se nas faixas vibracionais inacessíveis à Besta. Conforta e protege os que ainda estão vacilantes no caminhar, recém despertos de sua necessidade de evolução.

O Foco de Luz que representais é capaz de pescar as almas caídas, em condições de reerguerem-se, mas, sem forças para sair do lodo ignominioso que sucumbiram.

Servos de Jesus, Guerreiros do Cristo! Avante, pois a luta é intensa e vossas espadas tinem nos campos de batalha.

Nós vos saudamos em nome do Cristo Planetário.

Paz em todos os quadrantes planetários!

Paz também em vossos corações!

Ashtar Sheram (Aquele que do céu vos guia)

Em 26/11/2008

 

Ritual de Pajelança

Vi o cacique Yutê reunido com outros índios na aldeia e de toda parte chegavam anciãos. Parece que eles vão fazer um grande encontro, um ritual de pajelança para chamar os ancestrais e discutir de que forma podem ajudar as aldeias a resgatar sua dignidade. Começam a fazer uma grande fogueira. Depois de construída, acendem-na e sentam-se em volta, como numa reunião do Conselho Indígena.

Vejo aproximar-se de nós um homem de aproximadamente 3 m de altura. Está vestido como índio americano e traz na mão esquerda um cajado; uma linda raposa, de pelo dourado que parece irradiar luz, o acompanha. Ficam calados, observando-nos.

Esse Índio Americano, soubemos depois, era o mesmo Atafom, personagem importante da obra, "O Abismo" que vimos, faz tempo, aconselhando sua leitura. Lembrei-me do ditado popular: "Se as pedras se encontram, porque não as criaturas".

Em 25/11/2008

 

As catástrofes são o sinal de esgotamento da Terra

Irmãos, que a paz do Senhor dos Mundos esteja convosco!

Sobre o território brasileiro, caminham desgovernadas as almas comprometidas com a Lei do Carma.

Não é da vontade de Deus que o sofrimento venha. Os homens, ignorantes e passivos do ponto de vista espiritual, esperam os acontecimentos, quando deveriam criar as condições para realizá-los, segundo sua própria condição.

O crime se espalha.

As catástrofes dão o sinal de esgotamento da Terra.

As condições de vida tornam-se mais difíceis. E o que fazem? Continuam persistindo no egoísmo que aprisiona, no orgulho que derruba, na verdade que cega, na cupidez que torna a mente insana.

Amigos! Escutai as vozes que vos clamam. Estendei as mãos aos que choram e sede solidários com a dor do próximo. Dividi com vossos irmãos o pouco que tiverdes e, sem esperar recompensa, doai de si: tempo, serviço e entrega.

As lutas não terão fim.

Na presença do Mestre, tais lições foram gravadas nas almas, e vós estivestes presentes;. Portanto, fostes escolhidos para trabalhar nessa hora como muitos outros, porque dentro de vós, no âmago de vosso espírito, vive a gloriosa hora em que o Mestre, Ele mesmo, reencarnado, vos fitou nos olhos, transmitindo toda doçura e ternura de Sua Alma repleta de amor.

Trilhastes diversos caminhos até reencontrá-l’O e agora, sois chamados a testemunhar suas palavras, confirmando os desígnios traçados há milênios por Ele.

Sede fortes, valentes, destemidos.

Resta pouco tempo e poucos trabalhadores. Porém, Aquele que nos conduz, transforma a água das dificuldades no vinho de boa safra, que a muitos alegrará no banquete da Terra Renovada.

No desempenho de vossa tarefa, segui transformando vossas vestes, purificando vossas almas, preparando-vos para o Grande Encontro, onde Aqueles "Olhos Amorosos" novamente vos fitarão, acolhendo-vos no reencontro definitivo.

Paz e bondade vos desejamos sempre.

João Evangelista, em 25/11/2008

 

O índio é a terra e a terra é o índio

Não sou índio por nascimento, mas a causa dos índios tocou o meu coração de tal forma que me sinto um índio, mesmo depois de perdido o corpo de carne.

A questão indígena neste país encontra-se em tal situação, que é impossível, imaginar uma solução desprovida de conflitos, pois das duas partes deverá haver quem ceda, em favor do outro. No entanto, tais negociações, historicamente, são impostas às Comunidades Indígenas, como resultado das conclusões da "Sociedade Branca", que, sob a força, obriga o Povo Indígena a aceitar aquilo que foi decidido.

Nações indígenas não são levadas a sério, como brasileiros que são.

Suas idéias, seus pensamentos, sua cultura ancestral, não são levados a sério pelos Governos da Nação Brasileira.

Se já não constam na Carta Maior do País como incapazes, ainda são tratados assim. Ainda são destituídos dos direitos básicos do cidadão brasileiro.

Se decisões devem ser tomadas acerca da redução das terras indígenas, que os índios participem dessas decisões. Que tenham o direito de falar ao povo brasileiro, sobre as razões que os levam a defender, com a própria vida, a conservação do seu território. O branco não compreende. Apesar de branco, meu coração é índio; e posso dizer que terra e índio são um só. Não há separação, como na cabeça do homem branco.

Tirar do índio, a terra, é tirar um pedaço do índio. Sem esse pedaço, o índio não pode viver, não tem como viver. Falta parte essencial da sua história, da sua religião, da sua alimentação, do ar que respira.

Falta uma parte do índio.

O índio é a terra, e a terra é o índio.

Da mesma forma, obrigar o índio a viver como o homem branco, a usar o nome de homem branco, a vestir-se como o homem branco, vai afrontando o processo de evolução daquele espírito que está no corpo; porque sua cultura, a maneira de se vestir, o nome que recebe de seus pais, os hábitos de vida que conserva, são partes do seu ser e que devem ser respeitadas. E, somente quando o índio desejar avançar, deve ser permitido que assim o faça. Não é o homem branco que deve dizer ao índio que ele deve avançar. Só no seu entendimento pode existir esse tempo. O tempo do índio não é o tempo do homem branco. O tempo do homem branco é doente, o tempo do índio é sadio. Forçar para que o tempo do índio seja igual ao tempo do homem branco, é adoecer a Nação Indígena.

Que o povo brasileiro tenha respeito pelo povo indígena. Já não se busca catequizar; obrigam o índio a ter a religião do branco. Que se aprenda, agora, a não obrigar o índio a nada que seja, venha do branco, pois índio é índio e branco é branco.

Ambos têm muito que aprender um com o outro; mas, não se aprende sob opressão de qualquer forma, disfarçada ou às claras. Obrigar o índio a viver como o branco, é oprimir o índio, sob o discurso disfarçado de progresso.

O espírito do índio está submetido à mesma Lei do Progresso, como o espírito do homem branco; e, sobre os dois, somente o poder de Deus pode determinar a hora do avanço espiritual de cada ser, de cada criatura.

Aprendi com os índios tudo isso. Fui branco, mas tornei-me índio de coração. Morto, ainda trabalho como índio, pelo índio e para o índio, para que esse povo possa continuar seu caminho.

Um dia, lá na frente, os homens compreenderão a grandeza dos ensinamentos que a vida desse povo representa para a civilização humana.

Por enquanto, lições tão sublimes estão acima da compreensão da grande maioria; então, que a Lei os proteja. Que o sentimento religioso os proteja. Que a cultura da sociedade branca os proteja. E todos que se sentirem irmãos do povo indígena, que estendam as mãos para ajudá-los, como for possível; pois as tribos sofrem, encontram-se perdidas, divididas e precisam de ajuda.

Que a paz, a bondade e a harmonia, estejam convosco.

- Quem falou foi o irmão Vilas Boas?

Vilas Boas – O próprio, que em outras ocasiões, convosco já se encontrou.

Margarida – Já, e mais de uma vez. Nós passamos para o público suas mensagens. Lançaremos esta na Divulgação nº 51.

Nós não nos esquecemos dos nossos irmãos índios e, muito menos, do Irmão. Sabemos da sua trajetória nesta última encarnação.

Obrigado por sua visita amiga. No momento, estamos procurando um lugarzinho, nem que seja na beira da estrada, mas que esteja perto de alguma aldeia, para fazermos nossas preces em benefício deles, principalmente.

VB – O Pai nos guiará, as crianças nos aguardam.

Salve a Força, salve a Luz.

Orlando Vilas Boas, em 25/11/2008


7° Bloco

Arrependimento de última hora não o salvará do exílio

Discípulas amadas,

Eis que a "grande hora" apresenta-se para esta humanidade displicente, que não enxerga os avisos que, como forte alarme disparado, chamam a atenção da importância do momento.

É a hora derradeira de lançarem-se à renovação, na prática sincera dos Mandamentos de Deus e das Lições do Cristo.

Os Templos frios, os Sacerdotes hipócritas, os Pastores venais e toda sorte de maus Condutores Religiosos mantém presas as mentes dos fiéis, a dogmas e mentiras, que estagnam a mente no medo, e as almas prisioneiras dos maus pendores, julgando que são eternas as penas a que serão submetidas após a morte, não se animam a uma mudança radical de vida, que não serão capazes de alcançar, para não serem lançados às chamas vingadoras do "inferno eterno".

As pessoas não desenvolveram, em si mesmas, a capacidade de raciocinarem dentro das simples e claras lições do Mestre Jesus, sem a necessidade de intermediários, outros seres humanos, como eles mesmos, repletos de defeitos e mazelas. Sendo assim, não conseguem raciocinar dentro da lógica e simplicidade do amor e do perdão. Vêem-se presos pela hipnose dos desvairados Condutores, que manipulam os Conceitos Divinos Universais, deturpando-os, ultrajando-os, menosprezando-os, para dominarem as massas ignorantes.

O grande atraso espiritual desta humanidade repercute-se, gravemente, nessa hora derradeira, quando o número de "esquerdistas exilados" para planetas em condições inferiores a Terra, supera em muito, os direitistas a caminho da regeneração.

Os conflitos entre as Raças, entre as Religiões e Nações, a intolerância entre os povos, e o culto à matéria, em detrimento do espírito imortal, são as consequências naturais por haverem renegado os ensinamentos do Mestre Jesus.

Não haverá salvação extemporânea e aquele que desejar ser salvo, deverá dar sua cota de sofrimento e renúncia em favor do próximo carente; terá que renunciar a si mesmo em favor das coletividades; deverá sacrificar-se na renúncia aos vícios e mazelas que adquiriram, na longa jornada sobre a Terra.

Arrependimento de última hora não os livrará do exílio.

Exílio planetário não é castigo de Deus, é Misericórdia Divina em favor dos infratores rebeldes de Suas Leis, é o recomeço de um "novo ciclo" em outra "morada".

As Sábias Leis do Criador, trazidas para esta humanidade por muitos Excelsos Avatares, sendo o mais iluminado de todos, o Rabi da Galiléia, Jesus, são como um farol potentíssimo a iluminar o caminho da redenção. Contudo, é evitado pela maioria da humanidade, pois Sua Luz desnuda-lhe a alma, e impõe corrigenda e trabalho em favor de si mesmo e do próximo.

Poucos buscam o difícil caminho da transformação; somente um número pequeno alcança a regeneração. Não basta acessar o caminho, o viajante deve lutar para manter-se firme, pois à margem do caminho iluminado, muitos são os apelos que leva o indivíduo a abandoná-lo, em qualquer trecho de sua jornada.

Ramatis, em 27/11/2008

Filhas amadas, discípulas fiéis do meu coração, vossa jornada tem a marca da luta, da coragem e da fé, atraindo para o vosso Núcleo, onde estiverdes, as Potentes Energias dos Iluminados Servos de Jesus e o Mestre Amoroso, ao vosso lado, mantém a trilha iluminada do caminho redentor.

O planeta encontra-se doente, os estertores da sua agonia são ouvidos por todo o sistema planetário, atraindo cada vez mais Irmãos de outros sistemas planetários, atendendo ao pedido de socorro que o planeta emite. São muitas as raças, de diversos planetas, que aportam na Terra, estendendo as mãos no socorro amigo ao planeta irmão e sua humanidade. Somente os seres humanos não compreendem o grito de socorro e, eles mesmos, irmãos de humanidade, são os responsáveis pela própria derrocada.

Mais de dois mil anos se passaram e não aprenderam a amar e a perdoar. Seus corações encontram-se repletos de ódio, luxúria, vingança, orgulho desmedido e vaidade decadente. A opulência material é o objetivo de suas existências; renegam o espírito imortal.

Esta é a encarnação chave de cada criatura sobre a Terra, crendo ou não.

O exílio é uma realidade da qual não poderão fugir. Não é castigo divino, é misericórdia do Pai Amantíssimo para que no recomeço, num corpo primitivo, tenham novas oportunidades de renderem-se ao amor.

As lutas na Terra não cessarão, pois a irascibilidade dos homens aumenta. Enquanto isso, a Fera sobe do Abismo profundo e suas emanações pestilentas atingem profundamente todos que permanecem em faixas inferiores de vibração negativa. Ela se utilizará do medo e de todo arsenal de vícios, que está a mercê de sua nefasta influência.

Referindo-se a Dirigente do GESJ

Querida discípula, vosso trabalho encontra-se solidificado no coração daqueles que vos acompanham. Conquistastes corações no plano físico e no plano espiritual. Principalmente no plano espiritual. Um "exército de servidores", de irmãos agradecidos, pelo socorro amigo e pela oportunidade que vosso Grupo vem propiciando a todas as almas, reúne-se em torno do trabalho que a Irmã dirige.

No plano físico, o número de servidores ainda é pequeno, por culpa dos próprios irmãos que recusam-se a aceitar a divina oportunidade de darem um grande salto, e dos discípulos renitentes nos erros que abandonam a Seara, quando poderiam também dar o grande salto evolutivo.

Vosso Trabalho possui importância grandiosa para essa humanidade, mesmo que o julgueis pequenino. Não conseguistes, ainda, alcançar a grandiosidade, a grande repercussão em todos os planos de vida.

Vosso corpo alquebrado permanece íntegro, as células coesas e o organismo em funcionamento, dentro dos desgastes previstos, próprios da idade. As tarefas são muitas e devereis concluí-las antes do término da jornada terrena.

Podemos vos assegurar nossa presença constante ao vosso lado, amparando, orientando e conduzindo vossos passos sobre a Terra, como tem sido até o momento.

Abro-me a questionamentos e indagações.

Margarida: As minhas indagações, eu as havia feito mentalmente, e o Irmão respondeu a todas.

Resta perguntar, no momento, se já fizemos o trabalho de abertura do Portal e se há algum lugar indicado para nos concentrarmos e realizarmos o plano espiritual que foi traçado?

Ramatis: O campo de batalha encontra-se repleto dos seres negativos, irmãos que permaneceram nas trevas e foram abatidos na luta. Do lado da Luz, certamente que muitos Guerreiros encontram-se feridos, o que é natural numa batalha; porém, todos serão devidamente socorridos. Serão encaminhados para o exílio, aqueles que permanecerem arraigados no ódio corrosivo. Cada um receberá o tratamento segundo o seu merecimento.

Concluída a etapa de batalhas, a abertura do Portal será realizada. O contato que tivestes com os indígenas da Região ocorreu de forma satisfatória. Também podereis concentrar-vos à beira do rio.

M: Pensei em procurar um barquinho que pudéssemos alugar, ficando a nossa disposição para passearmos um pouco no rio Branco, rezar e, se tiver alguma prainha, fazer preces junto a natureza em agradecimento ao Pai, saudando a mata, as águas e os animais.

R: Nessa oportunidade, vossas forças e energias serão reequilibradas, pois também vossos corpos espirituais encontram-se feridos e desgastados.

Muitas tarefas ainda serão apresentadas para vós para este novo tempo de trabalho.

Eu vos saúdo em nome da Luz e que as bênçãos do Divino Jesus vos envolvam, para seguirdes fiéis e corajosas até o final da jornada.

Eu vos abençoo e vos deixo a paz.

Ramatis, em 27/11/2008

 

Atafom e suas revelações: Um Mundo sem fronteiras e todos como irmãos

Forasteiros, que a paz do Senhor dos Mundos esteja conosco!

Viestes a essas terras, trazendo, no coração, amor, boa vontade e alegria. Trouxestes palavras de paz que amenizaram os corações revoltosos. Acendestes o sol da esperança nos corações dos trabalhadores incansáveis, cujas energias encontravam-se desgastadas pelo esforço extremo de cuidar dessa parte de terra esquecida.

Dos mais pequeninos seres do ar, das águas e das florestas, aos mais avançados Irmãos em conhecimento, todos foram revigorados pelas preces e cantos entoados pelas vozes de sincera devoção.

Palavras não poderão expressar nossa gratidão. Só a Deus cabe recompensar-vos com bênçãos de amor pelo esforço empreendido no auxílio fraterno.

Orávamos, suplicando ao Pai que uma força maior viesse em nosso socorro, pois a situação por aqui se encontrava de difícil controle.

Sabemos que para os que têm fé nada falta e acreditávamos que nossas preces seriam ouvidas. Só não podíamos imaginar que tão grande contingente de seres seria mobilizado para atuar aqui em nossa Casa.

Graças ao Criador, vencemos!

Os combates foram ferozes, mas nós formamos um só "corpo de luz", defendendo a Terra do Cruzeiro.

Agora, que a grande limpeza ocorreu, poderemos restaurar nosso equilíbrio e continuar na luta pela preservação da vida e das vibrações locais.

Aceitai, de coração, uma pequena lembrança que vos dou.

Vidência: Um ser, vestindo roupagem indígena típica da América do Norte, dirigi-se a cada uma de nós e coloca em nossos cabelos uma pena colorida: Nas companheiras, lilás,amarela e verde; em Margarida, branca.

Com esse presente, podereis transportar-vos mais rapidamente pelo pensamento, fazendo-o voar como os pássaros voam no céu. Assim, estareis sempre perto de nós e de outros que necessitem de socorro.

P - Irmão, podemos saber quem sois?

R - É justo. Sou o Guardião das Terras Indígenas. Atafom é meu nome.

P - É o mesmo Atafom das Regiões Abismais do livro de Ranieri?

R - Sim. Com a subida dos habitantes dos abismos, fui designado para trabalhar na superfície, pois conheço as artimanhas dos Seres das Sombras e eles igualmente me conhecem.

P - Mas, estais atuando somente em Terras Indígenas?

R - Os Povos Indígenas estão visados no plano espiritual pelo Comando da Fera e dos seus companheiros. A natureza primitiva dos índios pode ser facilmente incitada à luta. Por outro lado, o massacre dos índios libertaria uma carga de energia extraordinária para o Exército das Trevas (derrame de muito sangue acompanhado de muito ódio).

Percorremos o Mundo observando as condições astrais das Aldeias e Comunidades Indígenas. Procuramos amenizar conflitos e diluir focos de invasão. Nossa presença inibe algumas investidas e quando precisamos, pedimos ajuda extra, como foi nesse caso.

P - Por que o Senhor parece um índio norteamericano?

R - Ao subir para a superfície da Terra, vesti-me de acordo com uma encarnação marcante, na qual aprendi muito com as "Forças da Natureza". Essas roupas que hoje utilizo no trabalho que a mim foi dado realizar.

P - E essa raposa, o que significa?

R - É amiga de outros tempos que permanece fiel. Foi resgatada nas regiões abismais e agradecida passou a seguir-me como irmã.

- Agradecemos, irmão, os esclarecimentos.

- A superfície da Terra transforma-se, rapidamente em região agreste, como são as regiões abismais. A subida das feras intenta transformá-la em região habitável por esses seres hediondos.

Aqueles que não compartilharem dessas vibrações serão obrigados a habitar ilhas de refúgio vibratório superior, mantendo-as para garantir sua sobrevivência.

Assim será até o confronto final (A Batalha do Armagedom), pois só a derrota da Besta levará o planeta à limpeza final e renovação das condições de vida na superfície terrena.

Não há volta. O fim dessa realidade que atualmente conheceis está em curso. Ouvi as vozes que ecoam em nome do amor e dedicai-vos a trabalhar em nome do Mestre Jesus, pela força da Luz, pela paz, e por uma Terra Renovada, onde haverá um só povo habitando um Mundo sem fronteiras, onde todos se verão como irmãos.

Atafom, em 27/11/2008

 

Um dia, nossos destinos cruzaram-se na Atlântida

Irmãos, nós vos saudamos em nome de Deus, Senhor dos Mundos, Criador Incriado, cuja beleza resplandecente se mostra em Sua Obra.

Sou Kyryon, Sacerdote da Cidade Intraterrena (Roraima) que visitareis em breve. (O primeiro Ser a entrar em contato conosco)

Quis a Misericórdia Divina que atendêsseis ao nosso brado. Sabemos que a Providência Divina estaria presente em nosso socorro, mas a vossa presença trouxe Força Excepcional a esta região, que proporcionará a abertura do Portal de Luz capaz de sustentar-nos, e na ancoragem da Força Maior que desce para a Terra.

Um dia, nossos destinos se cruzaram, quando estive encarnado na Atlântida. Já pertencia à Cidade Intraterrena onde hoje habitamos e fui designado, naquela época, para compor Grupo de Sacerdotes encarnados na Atlântida, para alertar aquela humanidade acerca dos acontecimentos funestos provocados pelos atos insanos, pela falta de amor em seus corações.

Já vai longe aquele dia e os habitantes do planeta estão novamente na situação perigosa, devido as próprias ações destruidoras. As pessoas não escutam, não enxergam e não creem que os momentos de transformação profunda da Terra aproximam-se e que já está ocorrendo a grande seleção dos vivos e dos mortos, anunciada pelo Cristo Jesus.

Infelizmente sucumbem, mas, antes, conturbam, desrespeitam e vilipendiam a natureza e o próximo.

Vossos Mestres vieram em nosso socorro e o Divino Jesus, Governador Supremo da Terra, nos brindou com Sua Excelsa Presença em favor dos fracos e desvalidos, dos humildes e injustiçados da Terra. Sua Presença proporcionou a ativação de grande Força Propulsora que conterá o avanço vertiginoso das Forças Retrógradas sobre a Região Amazônica.

Que o Senhor dos Mundos possa recompensar vossa ação benfeitora por esta humanidade.

Jesus, Divina Luz vos sustente e ampare, hoje e sempre.

Kyryon, em 27/11/2008

Na concentração seguinte, vejo alguns flashes da nossa presença na Atlântida na época de Kyryon: D.Margarida era cientista, "iniciada nas ciências ocultas", mas ainda não convertida à Luz.

Nós outros, ainda de graduação espiritual atrasada, sem o despertar da consciência para a vida espiritual.

Depois, vi-nos chegando à Cidade Intraterrena onde uma festa imponente nos esperava. Havia uma cerimônia para a entrada na Cidade.

Por fim, vejo muitas Naves de Resgate do Comandante Yury em atividade intensa no resgate de encarnados e desencarnados. Os tripulantes tinham a aparência de seres humanos e as naves lembravam aerobus.

Misla, Sacerdotisa da Luz

Vidência: Ao começarmos a concentração vi um círculo de luz nos envolvendo e, por fora dele, uns 50 jacarés com atitude muito agressiva, tentando avançar em nós. Foram enviados por alguém. Então, aproximou-se Francisco de Assis e foi passando a mão sobre a cabeça de um por um e os animais foram adormecendo.

Após, vi o Campo dos Redimidos com muitos corpos empilhados e sendo recolhidos por naves, com ajuda de redes estendidas por Trabalhadores da Luz. Havia muitos feridos que seriam logo atendidos em Prontos Socorros, montados no próprio local.

Posteriormente, vi também um grupo de índios, e acho que são os mesmos que vi ontem fazendo a Pajelança em volta de uma fogueira. Pareciam migrar com os seus utensílios de uso, indo na direção de outra aldeia no leste de Roraima. A intuição me diz que vão acender a terceira Torre de Luz.

Em seguida, vi uma explosão de luz e a abertura de um Portal sobre a Aldeia Raposa/Serra do Sol. Com essa abertura, pude vislumbrar a entrada da Cidade de Smork. É um cenário de indescritível beleza. As cores pareciam vivas. O verde da vegetação brilhava como que irradiando luz própria, a água parecia cristal líquido; intensa luz saía do lago, rodeado pela vegetação. As flores pareciam me ver e responder com seu colorido vibrante, liberando odores suaves, aromatizando o ambiente. Parecia ver a cratera de um vulcão no plano astral, não uma cratera cinzenta, mas, uma cratera cheia de vida e beleza!

Um Instrutor explicava que entraríamos nesse lugar à noite, levados pelos Intras, habitantes da Cidade. Conheceríamos uma ala de Smork onde a energia é mais fraca e nos permitiria a proximidade, sem prejuízo para nossa saúde. A região que recebe a energia proveniente da cidade Luz e Amor é de acesso proibido para nós, devido à intensa irradiação que chega, e poderia trazer danos ao nosso corpo astral. Após, recebi a comunicação abaixo:

Irmãos, sede bem vindos!

É grande nossa alegria em vos ter conosco.

Todo povo de paz é nosso irmão. Nós vos guiaremos para que conheçais nossa Cidade. Seguiremos pelas áreas verdes, liberadas por nossos Dirigentes.

A restrição de visita é medida de precaução quanto à vossa integridade. Esperamos que retorneis para vossos lares guardando convosco a certeza de que nossa casa é vossa casa e quando desejardes, aqui estaremos para receber-vos.

Me chamo Misla e trabalho em Smork como Sacerdotisa da Luz, guiando os viajantes que se perdem nas matas, aqueles cuja programação de vida não consta que devam permanecer perdidos.

Quanto menos seres humanos circulando nos arredores de nossa Cidade, menos riscos, ambos corremos.

Saúde e paz vos desejamos!

Misla (Sacerdotisa de Smork), em 27/11/2008


8° Bloco

Após a luta, hora de voltar

Os trabalhos continuam intensos no "campo de batalha". Há um grande número de inimigos abatidos e estes se encontram desacordados, sendo seu deslocamento realizado por meio de redes que ajudamos a esticar sobre as pilhas de corpos reunidos para esse fim.

Do outro lado, guerreiros feridos são socorridos pelas Equipes Médicas e os Psicólogos prestam atendimento aos inimigos que ainda se encontram lúcidos. Procuram reequilibrá-los para que saiam com nossos caravaneiros.

P - E para onde irão?

R - Aqueles que tiverem condições de permanecer na crosta ficarão junto aos Núcleos Espíritas e Hospitais adaptados para socorrerem as vítimas desse combate.

Nossos guerreiros passarão por um banho de luz restauradora e seguirão para a Cidade
Intraterrena que destinou uma área para recuperação de suas energias. Depois, cada um, seguirá sua trajetória espiritual, levando na bagagem a eterna lembrança, dos dias em que lutaram junto ao Exército da Luz, pela vitória do Bem sobre a Terra.

Quanto a vós, estais em permanente monitoramento clínico e vossa saúde permanece estável, com algumas alterações esporádicas que mantemos sob controle. Aos poucos, recobrarão o vigor físico original.

Vossa Equipe de Trabalho já iniciou os preparativos de retorno, desligando os aparelhos e desfazendo os campos magnéticos à vossa volta. Permanecerão ainda, um pouco mais, juntamente com uma parte de nosso grupo. Seguiremos depois.

Viajam convosco: Zambi, Dr. Cruz, Dr. Daniel (médicos) e Esther (enfermeira).

Agradecemos a confiança em nós depositada e o amor com que procuram dar cumprimento as tarefas.

Do Alto, chuvas de bênçãos nos envolvem e cânticos de rara beleza ressoam no ar. É Deus respondendo às nossas preces.

Paz a todos e boa viagem!

Dr. Samuel, em 28/11/2008

Mais um médico integrante da Equipe Médica do Dr. Cruz

 

Conhecendo um pouco da Cidade Intra

Vidência: Durante a noite, desdobrados do corpo físico, visitamos a Cidade Intraterrena de Smork. A Sacerdotisa Misla conduziu-nos a um local onde foi feita a assepsia de nossos corpos e vestimos roupas especiais.

Depois, ela nos levou para visitarmos enormes estufas de produção de espécies vegetais e galpões para armazenagem de grãos. Explicou-nos que a cidade é um grande armazém destinado a repor os estoques de alimentos nos primeiros momentos da Terra após a transição. Com esse estoque, os grupos humanos para ali transportados com a finalidade de recolonizarem o planeta, terão condições para recomeçar.

Vi muitas crianças e jovens trabalhando na cidade, talvez alguma de nós tenha emitido um questionamento mental, pois captei a seguinte comunicação:

A alegria juvenil é propulsora de muitas realizações. Nossos jovens, naturalmente alegres, traduzem em atitudes de fraternidade e trabalho pelo bem comum, a gratidão que lhes vai à alma, pela dádiva da vida.

Somos um povo pacífico, não há guerras aqui e não tomamos parte em confrontos armados. Nossas estruturas de proteção vem do fortalecimento das forças mentais que imobilizam os inimigos e os removem de nosso convívio.

Nossa tarefa é criadora. Criamos tecnologias inovadoras, que tenham por finalidade auxiliar a vida humana, tornando-a mais fácil e feliz, liberando a mente para os exercícios de libertação das amarras.

Estabelecemos intercâmbio com cidades extraterrenas e cientistas da Terra, trocando conhecimentos em favor dessa humanidade.

Agradecemos a oportunidade que nos foi concedida de tê-los conosco e reafirmamos nossa intenção de manter contato permanente na seara de trabalho do Mestre, Cristo Redentor.

Misla, em 28/11/2008

 

A Marca do Cristo em Roraima

Este planeta encontra-se na fase final do ciclo planetário.

Bem sabeis, que também fostes, em tempos imemoriais, corresponsável no acúmulo a carga tóxica que envolve este Orbe. E, se hoje, não atinge o vosso coração a ambição, a ganância, o instinto de dominação de terras, no passado fostes conduzidos pelos instintos primitivos, que devastaram não apenas terras, mas almas e corações.

Conscientes, no plano espiritual, de vossos débitos para com este Orbe e sua humanidade, para a psicosfera que o envolve, suplicastes ao Criador a oportunidade bendita de reparar, senão no todo, mas em parte, as vossas faltas, e vos foi ofertada a benção do trabalho, em nome do Cristo.

Fizeram-se "Servas de Jesus" e, em Seu Nome, vindes trabalhando, erigindo nos corações humanos a fortaleza da fé, plantando a semente da esperança e disseminando ensinamentos de paz, boa vontade e fraternidade entre os seres humanos.

Esta tarefa, que hoje se finda, deixa a Marca do Cristo no Estado de Roraima, no plano espiritual, e a Bandeira da Fraternidade tremulando. Nenhum ser negativo será capaz de tocá-la, sem converter-se ao Exercito da Luz. Até o fim, permanecerá como Ponto de Partida, para todos os que desejarem renovar-se, e ingressarem nas fileiras do Exército do Bem.

O Portal aberto ativará as energias necessárias, oriundas da Cidade Intraterrena de Smork. De sua força geradora transformam-se feixes luminosos que irradiam forças a todas as partes do território Brasileiro.

No plano imaterial, Intraterrenos confraternizam-se em festa, especialmente os habitantes da Cidade de Lemur, cuja recente descoberta de outros Irmãos Intraterrenos torna-os radiantes de imensa alegria.

Os Grupos ali reunidos de índios, pretos-velhos, caboclos, espíritas kardecistas, umbandistas, alguns católicos e outros desligados de doutrinas religiosas, profundamente tocados por tudo que viram, e viveram nestes dias, firmaram o compromisso verdadeiro de prosseguir, da forma que lhes facultar o adiantamento espiritual na vibração positiva, em favor da paz e da harmonia locais.

Novos amigos deixamos, e levamos em nosso coração. Caciques, guerreiros confraternizam-se em despedidas, firmando compromissos recíprocos de visitarem-se, permanentemente, para troca cultural e exaltação na gloriosa vitória, daquele que chamam Cacique Jesus.

Que a Paz do Senhor dos Mundos vos conduza até vossos lares.

Agradecemos a confiança, a obediência, a disciplina, o esforço e a dedicação em nós depositados. (Estes atributos são regras básicas no GESH)

Que o Pai, infinitamente Bom e Justo, as abençoe pata todo o sempre.

Shama Hare, em 28/11/2008

 

A morte ainda representa um monstro para muitos espíritas

É com grande alegria que mais uma vez nos manifestamos entre vós.

Grande trabalho realizado em nome da Luz. Nosso coração exulta em servir ao Mestre Jesus com toda dedicação de nossas almas, pois Ele, que nada devendo, veio até nós derramar Seu Amor Bendito; e nós, que tudo devemos, arrastamo-nos, ainda hoje em dúvidas, para ir ao Seu encontro.

Cada oportunidade de trabalho e de demonstrarmos nosso sincero desejo de progredir, de alcançá-l’O é como se fosse um pedido de perdão pelo atraso. Graças ao Pai que nos concede tantas chances de regeneração.

Irmãs, a morte ainda representa um monstro para muitos espíritas, simpatizantes da doutrina e estudiosos.

Prepara-se para ela, quem de fato vive no cumprimento das Leis de Deus, quem enxerga no irmão um igual e o trata como gostaria de ser tratado.

Prepara-se para a morte, aquele que doa de si, incondicionalmente, ao seu irmão. Não basta conhecer; é necessário vivenciar o amor e o perdão, a fraternidade e a compaixão.

É necessário que todos os companheiros do Grupo Espírita Servos de Jesus compreendam que a cada dia morre-se um pouco mais. A cada dia, suas energias vitais esvaem-se, de acordo com o planejamento de vida de cada um.

Os seres encarnados vivem como se o tempo se estendesse para além dos anos. Como se a cada dia renascessem. Em sua maioria, não compreendem que cada passo que se dá, é em direção ao túmulo, pois o corpo físico, veículo da alma, tem um tempo pré-determinado de existir. Está fadado a fenecer, dia após dia, isso, se não for ceifado antes, pela inconseqüência do próprio ser humano.

Irmãos, compreendei a dádiva gloriosa do esclarecimento espiritual, e praticai as Lições ministradas pelo Meigo Rabi da Galiléia, pois não há sentido em viver se não aprendemos a ser melhores como irmãos, amigos, filhos e pais.

Que Deus, em sua Infinita Bondade e Misericórdia, tenha compaixão de todos nós e fortaleça nossas almas na jornada que hora enfrentamos.

Salve o Mestre Jesus. Salve Aquele que do Alto nos conduz.

Joana de Angelis, em 28/11/2008

 

Todo cuidado é pouco, em se tratando das Trevas

Irmãos, não esmoreceis vossa vigilância até o retorno ao lar. Mantendes prudência, astúcia e atenção a vossa volta.

Não correis perigo imediato, mas é bom lembrar, que a vigilância deve ser mantida sempre, pois a Terra, na sua superfície, gradativamente, transforma-se em região semelhante aos "Umbrais e Abismos Espirituais". Os espíritos ferozes, que sobem instigados pela Besta, aportam entre vós como "lobos famintos". Impiedosos, atacam a todos, alcançando êxito entre os desprevenidos. Portanto, todo cuidado ainda é pouco, pois ardilosos são os seus pensamentos e suas estratégias de ataque.

Convosco segue um contingente de Trabalhadores que farão vossa guarda; e conosco permanecerão todos que foram arregimentados para os combates. Deste Grupo, partiremos para organizar Núcleos Socorristas e Frentes de Combate contra as Hordas Trevosas que invadem o território, no plano físico.

Visitamos, sob orientação do amigo Ranieri, vossa Casa (GESJ) e, através da intuição, apresentamos a situação que, de maneira urgente, clamava por ajuda. Vosso Grupo, pressuroso e amoroso, acorreu atendendo nossa súplica, desprendendo forças em favor dos desconhecidos habitantes de terras longínquas. Não há palavras que nos façam, expressar os sentimentos de esperança, de fé e de coragem dos espíritos que habitam "essas terras" (Roraima). Levai convosco a lembrança dos seus olhares que se tornaram novamente vivos, alegres, devido ao esforço do auxílio que viestes nos trazer.

Assim como tantos outros, também eu, ajoelhado diante de vosso Grupo peço licença ao Mestre Amado para denominar-me, igualmente, Servo de Jesus e colocar ao vosso dispor meus préstimos, ainda que minha presença não se faça entre vós; basta porém, através da pena que vos ofertei, emitir um pensamento, e convosco estarei.

Tendo vivido tantos anos no "astral inferior", creio poder, de alguma forma, ajudar-vos nos trabalhos de limpeza e luta deste planeta.

- Nós aproveitamos o ensejo para dizer-vos, meu Irmão, que todos nós, habitantes do Planeta Terra, somos irmãos, filhos do mesmo Deus, elos da mesma corrente. Então, chegamos à conclusão que não precisa conhecer o irmão que mora lá no Rio Grande do Sul ou aqui no Norte em Roraima ou em outro estado qualquer, para nós atendermos o chamado, o pedido de socorro. Nós não fizemos mais do que nossa obrigação, do dever cristão e fraterno para com todos os seres humanos.

Seja onde for, se nos pedirem socorro e os nossos Superiores permitirem, nós ali estaremos.

Obrigada, por suas amorosas palavras. Nossos corações em festa agradecem pela ajuda espontânea que nos deu nessa peleja.

- Irmã, muitos acreditam: "No princípio era o Verbo e o Verbo se fez Deus". Tantos adotam verbetes, títulos, abraçam dogmas e doutrinas, mas tão poucos procuram viver as palavras que saem fáceis e fartas da boca. Vemos muitos que trazem o entendimento da irmandade entre os homens, mas, muito poucos o vivem; e é sobre essa vivência verdadeira, sincera, que nos debruçamos em reverência aos vossos corações. Pois assim como há na floresta plantas raras de se encontrar, também entre os homens há corações, cuja nobreza se torna, a cada dia, mais rara de se observar. É um sinal de Deus; e, diante de Deus, só nos cabe reverenciar.

Que Ele, em Sua Infinita Misericórdia, abençoe a todos nós para que possamos, sem esmorecer, lutar até o fim em Seu Nome, guardando em nossos corações a Sua Presença de Amor e de Luz.

Salve a Força da Luz. Salve o Divino Mestre Jesus.

Atafom, em 28/11/2008

 

Naves de Resgate circulam pela Terra e o "exílio planetário" ocorre

Meus irmãos, grandiosa é a Obra do Pai, que faculta a reunião de espíritos amigos em favor do próximo, em favor da Luz e da Paz.

Há necessidade, nesse final de "ciclo planetário", do intercâmbio salutar entre os irmãos da superfície e os irmãos Intraterrenos, que de alguma forma serão os socorristas das criaturas da superfície.

O vosso Grupo vem proporcionando este contato salutar, que desperta não somente na humanidade terrena a realidade existente no interior da Terra, a vida exuberante e bela dos Irmãos Intraterrenos, mas também, proporciona aos mesmos Intras entrarem em contato com os seres humanos da superfície do planeta, com criaturas que já superaram as faixas inferiores dos sentimentos menos dignos e já se apresentam com suas túnicas limpas, tendo condições de entrarem no Reino de Paz do Mundo Intraterreno.

O contato é benéfico para os dois lados: para a humanidade da superfície que, acreditando ou não, toma conhecimento da vida Intraterrena; e quanto aos irmãos do interior da Terra, para que conheçam melhor as criaturas que habitam na crosta do Planeta, a fim de que, no momento do encontro deles com a massa humana, autoselecionada para o resgate, já existam, entre uns e outros, afinidades vibratórias e conhecimento prévio.

Mesmo que a grande maioria dos que permanecem arraigados em dogmas sectaristas ou na ignorância, que se mantem em faixas vibracionais inferiores por vícios e desvios da alma, não aceitem a presença, ou sequer tomem conhecimento do Mundo Intraterreno, proporcionastes a saída do anonimato destes Irmãos para esta humanidade.

Grandiosa é a vitória da Luz, que é a vossa vitória!

Aqui nos manteremos reunidos com os "Grupos" da região, na contenção da discórdia que foi interrompida pela força da Presença Amorosa do Divino Jesus. É tempo de seleção, minha irmã, e as criaturas encontram-se com seu íntimo em ebulição, afetadas pelas intensas vibrações negativas partidas do Abismo e do Astro Intruso que se aproxima.

As Forças da Luz haverão de conter um pouco os desastres geofísicos, bem como as guerras desnecessárias, para que o momento final ocorra dentro da Programação Divina. Naves de Resgate circulam pela Terra e o exílio planetário ocorre! Não há retorno no processo já iniciado; há urgência de transformação e adesão à Luz pelos irmãos da Terra. Que atendam ao chamado da Divina Luz, que conduz todos ao Adorado Mestre Jesus, e iniciem, o quanto antes, a prática de Suas Lições, pois é chegada a hora do ranger de dentes sobre a Terra.

Margarida: Minha Irmã, essa catástrofe que está acontecendo em Santa Catarina significa o inicio do fim?

Nefertiti: Em todos os pontos da Terra, acontecimentos interligados mundialmente ocorrerão. O inicio ficou para trás, minha irmã. A hora já se encontra avançada e os tormentos, em proporções avantajadas, ocorrerão sobre a Terra, pois se não atenderam ao chamado do Amor, certamente os irmãos da Terra despertarão pela Dor.

M: É isso que ouvimos: gritos de socorro pedidos de ajuda em nome do Pai.

N: Mas, infelizmente, poucas transformações observamos no íntimo das criaturas.

Muitos correrão para a Luz por medo, mas a vibração de cada um o selecionará, automaticamente, para patamares vibracionais semelhantes aos seus, pois ninguém permanecerá na Terra de Regeneração sem estar nas condições adequadas para isso.

Jesus Amado, Justo e Misericordioso, mais próximo se encontra do planeta amigo, e Suas Vibrações de Poder Inigualável, envolvem a Terra, contendo a Verticalização do Eixo, para que a humanidade tenha um pouco mais de tempo para repensar e mudar, mesmo sabendo que poucos, muito poucos, acordarão. Mas o Seu Amor é Grandioso e a esperança abarca a todos.

Que as Forças do Bem vos acompanhem até vosso destino.

Estamos sempre convosco, pois somos parte do Exército Único do Cristo.

M: Nossas saudações ao Irmão Akenaton.

N: Ele também vos saúda em nome da Luz.

Nefertiti, em 28/11/2008

 

A Besta emite brados de violência por todo planeta

Irmãos, quis o Planejamento Divino, que aqui viésseis em socorro desses Povos que sucumbem ante as forças que pululam os dois planos de vida.

Quis a Misericórdia Divina que vós e vosso povo, que representais um Grande Exército, viésseis e vos juntásseis aos pequeninos Grupos, ainda vacilantes e sem forças, desta Região, para o grande confronto que ocorreu nestes dias. Sabemos que sem o vosso concurso, teríamos fracassado, mas, confiantes na Misericórdia de Deus, a vitória da Luz se fez e os campos inimigos foram devastados.

Sabemos que os irmãos encarnados possuem, em seu íntimo, os desvios da alma, que facilitam a ancoragem dos irmãos da ignorância que continuam, em grande quantidade, emergindo das regiões profundas dos Abismos. A Besta, pressentindo o seu fim de domínio na Terra, emite brados de violência por todo o planeta.

Mas, os cordeiros, os direitistas, os humildes servos de Jesus encontram-se dispostos a enfrentarem o inimigo, seja ele quem for, venha de onde vier, pois confiam na Providência Divina que nos ampara e conduz.

Oferecemos ao Grupo, pequeno presente, relicário de nosso coração, pequena jóia trazida do fundo do rio, pedra magnetizada pelos "grandes caciques", que trabalham nesta região, para que lembreis sempre de nós.

Nada impedirá o cumprimento dos desígnios de Deus e, mesmo que a ganância continue derrubando as fronteiras do próximo, em ataques de desrespeito, temos a certeza da proteção divina de que o sangue que intentavam derramar sobre este solo foi impedido.

Sabemos que a Terra encontra-se saturada do sangue vertido do irmão e, mais uma vez, a Providência Divina interfere, positivamente, no solo brasileiro, impedindo a guerra. Mesmo que alguns focos de luta surjam, aqui e acolá, não terão força suficiente para propagarem-se como a "Grande Fera" desejava.

Grande é a vitória da Luz, nesta hora.

Segui em paz e conteis com a nossa amizade sincera, hoje e sempre.

Que as Forças da Luz vos conduzam, em segurança, aos vossos destinos.

Margarida – Nós também, queremos o mesmo. Contem sempre com a nossa pequena ajuda, sempre que for preciso. O Grupo Servos de Jesus continua a disposição da Irmã, enfim, de todos os "Trabalhadores do Bem" que precisarem de nós. Que tenhamos sempre energias suficientes para ajudá-los e defendê-los, pois esse é nosso lema: servir ao Bem, seja a quem for e onde for.

Nyra – Fomos informados que uma Ponte de Luz foi construída, ligando esta Região ao vosso Grupo, a fim de que, sempre que necessitarmos, tenhamos um canal de comunicação; e que muitos dos irmãos tombados no campo de luta, foram levados para vossa Colônia, onde receberão o socorro e o destino necessários. Salve Jesus, a Divina Luz que a todos conduz.

Nyra, em 28/11/2008

(Sacerdotisa da Cidade Intraterrestre de Smork)

 

Não há Determinismo Divino que imponha dor e sofrimento. Há causa e efeito, ação e reação

Vidência: Intensa energia nos envolve e a presença do Mestre Jesus é tudo. Fico suavemente imersa em Sua Luz e, ao final da mensagem, sinto dificuldade em voltar para nossa realidade. Eis Suas Palavras:

Filhas, o ambiente a que sois chamadas ao trabalho é repleto e impregnado de seres e energias densas e desestabilizadoras do equilíbrio psicossomático; porém, nada há entre o Céu e a Terra que não possa receber Minha Energia e manter-se incólume.

Vossos corpos estão impregnados do Meu Amor e este Amor transportais em proteção aos vossos corpos e também, com reservas para distribuirdes aos espíritos falidos, atrasados e imantados nas trevas.

Enquanto caminhais em direção ao Abismo mais profundo, cumpre-se no "tempo acelerado", os Desígnios do Meu Pai, que está nos Céus. Mesmo que todos os filhos e irmãos que trilham no sacrifício, no ambiente denso e letal, não consigam alcançar o final da tarefa, tudo se cumprirá de acordo com a Vontade do Pai.

A Fera, como a chamais, representa a alma doente e exangue, que não consegue curar-se, devido a insistente rebeldia. Representa o atraso evolutivo das "centelhas" criadas para o progresso. Como ela, outras "feras" existem na criação humana em outros Sistemas Constelatórios. Não ferem a Deus com sua impertinência, que representa golpe de morte em seu próprio desenvolvimento e progresso espiritual.

As Divinas Leis são dinâmicas e ascendentes e nenhuma criatura tem o poder de alterá-las.

Somente aqueles que se encontram iludidos e cegos julgam-se acima das Leis Criadoras, que na realidade, não compreendem, pois basta compreendê-las para sentir-se impulsionado a praticá-las.

N’Aquele que Tudo Pode depositamos nosso Amor e Ele nos reveste com Seu Poder e Luz para cumprirmos Suas Determinações.

Soada a hora derradeira, nada permanecerá inalterado sobre a Terra em todos seus planos e sub-planos dimensionais.

A "centelha", criada para progredir, será magneticamente atraída para onde suas vibrações arrastá-la.

Nada temais, pois fazeis parte do Grande Plano Terra de Redenção desta humanidade, mas, se hoje defrontais os perigos dos planos físicos e dos invisíveis, é devido ao vosso atraso na jornada evolutiva, pelas escolhas equivocadas que fizestes no passado.

Estivemos juntos e Me reconhecestes como Caminho, Verdade e Vida; mas, vossa vontade demorou a solidificar-se, vossa fé foi construída a passos lentos; porém agora, com a fé do "tamanho do grão de mostarda", já sois capazes de Me reconhecer e seguir, praticando Minhas Lições, defendendo e disseminando o sentido profundo de Minhas Palavras.

O Grande Plano em andamento não será interrompido ou alterado. A pobre mente equivocada e de fraca vontade despertará antes do fim e todos saberão de sua incapacidade de enxergar sem ver e ouvir sem compreender.

Estou por vós. Tudo que vivenciardes, convosco estarei, sustentando-vos, conduzindo-vos e amparando-vos.

Eu Sou o Amor!

Vinde ter Comigo, por todo o sempre!

Outrora, não compreendestes o Meu Olhar, mas sentistes Meu Espírito. Hoje, sois capazes de Me enxergar, sentir, compreender e progredir.

Dirigindo-se ao Planeta:

Planeta irmão! Planeta amigo!

Vossa hora derradeira de sofrimento se aproxima.

Sereis elevado para a Categoria dos Mundos Regenerados e convosco Estarei. Eu, que convosco estive, e convosco Estou, desde o princípio de vossa formação.

Não guardeis mágoas ou ressentimentos dos filhos ingratos, que, em vosso bojo, olvidaram o amor e sacrificaram o irmão de jornada.

Lançai-vos ao progresso, perdoando e amando, como o Pai nos ensina, e sigamos na Esteira de Luz da Evolução que é ilimitada e eterna.

Planeta Terra! Berço desta humanidade de rebeldes, abri vossas comportas de amor e aguardai a transformação redentora.

Novamente falando à humanidade:

Os filhos do Meu Pai renitentes no erro, malgrado seu desejo, não permanecerão neste planeta. Seus intentos de domínio sucumbirão e, pela total ausência de amor em seus corações, habitarão um planeta deserto e sem vida, árido e pedregoso como suas almas.

É da Lei, a reciprocidade vibratória do ser com seu habitat e a vossa aridez vibratória será atraída para planeta semelhante, árido e sem vida.

Sois Minhas Ovelhas e o Bom Pastor não permite que os lobos devorem suas ovelhas.

É tempo dos lobos partirem deste redil para regiões onde haja somente lobos; e as ovelhas, separadas, segundo seu tônus vibratório. Mas, todos, lobos e ovelhas permanecerão ligados pelo fio do Meu Amor, que a todos enlaça.

Não há determinismo divino que imponha dor e sofrimento. Há Causa e Efeito, Ação e Reação.

É tempo do joio e do trigo crescerem em campos distintos, facultando aos mesmos as oportunidades de progresso, dentro das escolhas que fizerem.

Somente o AMOR sobreviverá acima do caos e das tormentas.

Guio vossos passos; alivio vosso fardo; curo vossas chagas.

Segui-Me, pois convosco Estou, hoje e sempre.

Jesus, em 14/11/2008

No mesmo dia, na última concentração, o Amoroso Jesus continuou:

Filhas amadas, (éramos 7 mulheres) não há guerra que não traga conseqüências negativas para o psiquismo das criaturas.

As seqüelas psíquicas e físicas são inevitáveis. Os mais fracos não suportam seus horrores, os ignóbeis se locupletam com as tormentas, e os guerreiros, apesar do sofrimento e da dor das feridas, no corpo físico e na alma, seguem lutando e defendendo as verdadeiras fronteiras do Bem.

Sentis os efeitos das refregas nos campos de batalha, que são conseqüências naturais dos embates.

Sois Guerreiras e lutais nas fileiras do Exército da Luz que Eu represento, e as feridas dos vossos corpos, pela defesa do Bem, limpam vossas túnicas.

Permanecei nos campos de lutas até que vossas vestes, limpas e brilhantes, sejam atraídas até Minha Presença.

Convosco Estou, hoje e sempre.

Jesus, em 14/11/2008

 

Nova onda irá se levantar

O mar novamente irá se levantar

E os homens enfim acreditarão

Uma Força Maior governa a Terra

 

Ela está em rota de colisão

Não haverá choque

Mas tão próximo passará o Astro Intruso

Que seu magnetismo há de abalar a

Organização terrestre

 

Nova onda irá se levantar

Varrerá dois continentes

E os homens incrédulos verão

Que suas lutas por dinheiro, são em vão

 

Num segundo a força regente destruirá

O que mãos gastaram séculos para edificar

Incrédulos os homens verão

Ruir suas crenças em valores vãos

 

Muitos cairão de joelhos

Outros fugirão. Já não há o que fazer

A mudança muito tarde chegará

Sem asas, estão impossibilitados de voar

E enfrentarão a fúria da natureza

Reação da fúria do seu coração

 

Uma onda irá se levantar

E um rastro de destruição deixará

Varrerá da Terra muitos homens

Carregando para o mar seus corpos

 

É a cobrança que chega certeira

E não erra no acerto que fará

Preparadas do Alto as "naves"

Enfileiram-se para todos ajudar

Sem saber, serão reconduzidos

Para o seu novo lar

 

Merecido destino que terão

Conquistado, por seu próprio coração

As igrejas jamais entenderão

Pois cultivam a cegueira sem razão

Passará por entre elas a destruição

Da lei que tudo deve renovar

 

Ide homens anunciar

A boa nova que vai chegar

Terra nova, luz e vida

Recomeço de existência assim será.

Nostradamus, 22/05/2009

 

Estaremos sempre divulgando, através dos meios disponíveis ao nosso alcance, mais esclarecimentos a respeito de nossos Irmãos Maiores de outros planetas e do Interior da Terra e também sobre a Transição Planetária. Estas informações são de domínio público e podem ser copiadas, no todo ou em parte sem prévia autorização, para distribuição gratuita e desde que não seja alterado o sentido. Fica também autorizada sua tradução para qualquer idioma, para o que solicitamos apenas o envio de uma cópia para nossos arquivos e posterior divulgação. É proibida a comercialização destas informações.

Nossas obras: Pétalas de Luz; Os Extraterrestres e Nós, Vols. I e II; Cidades Intraterrenas – O Despertar da Humanidade em conjunto com a 2ª edição de Os Intraterrestres de Stelta e Missão Submarina Extraterrestre, Os Decaídos e Sua Trajetória Terrestre, Vol. I e II, Mãos Súplices por Socorro – Nos bastidores visíveis e invisíveis dos presídios e Série Planeta Amigo: Mensagens do Mestre Jesus, Em Nome do Cristo novamente aqui estamos e Comandante Yury.

Leia nossas obras. Novos conhecimentos transbordam. Parar, pensar, mudar.

Venda dos livros na Sede, via Internet ou pelos Correios.

Endereço para correspondência: Margarida Pinho Carpes, p/ Grupo Espírita Servos de Jesus, Avenida Santa Leopoldina, 51, Itaparica, Vila Velha/ES, CEP: 29102-040 (em frente a Rodoviária de Vila Velha);

Endereço para assistir reunião: Rua Hermes Curry Carneiro, 215, Ilha de Santa Maria, Vitória/ES. CEP: 29.053-221.

Dia e hora: Terças-feiras às 14h e quintas-feiras às 19:30 h.

A vocês, que nos pedem orientação no sentido de colaborar conosco, comecem por tirar cópias das nossas mensagens e passá-las para outras pessoas.




RETORNAR ÀS MENSAGENS E DIVULGAÇÕES
ENTRE EM CONTATO CONOSCO AGORA MESMO!
Todos os direitos reservados ao Grupo Espírita Servos de Jesus | 2017
FBrandão Agência Web