57

Divulgação 57

11/07/2010

      A+ A-


Leitores amigos, muita paz em Jesus! E, por falar em paz, nunca houve tanta necessidade de paz em nossa querida Mãe Terra.

O medo tomou conta das pessoas. Não há segurança em parte alguma: nas casas, nas ruas, no trabalho, nas casas de diversões, nos templos religiosos, nas praias ou nas montanhas. Nem de dia, nem à noite.

Há dias atrás, surpreendi-me quando soube que, na Grande Vitória-ES, o "Cemitério Jardim da Paz" passou a ser fechado às 18h, devido aos assaltos. Desse modo, acabou-se o tradicional velório e o (a) falecido (a) "dormirá" sozinho (a). Declaro que muitas pessoas não gostaram, mas é uma medida de segurança.

Há alguns anos atrás, o insigne Com. Yury, responsável pela Missão Resgate no nosso planeta, em uma de suas lindas mensagens, disse-nos que o "medo" se alastraria por toda a Terra e que chegaria o tempo em que as pessoas ficariam trancadas em suas casas, enquanto os "fora da lei" andariam soltos e "dando ordens".

Já estamos vivendo esta fase! Até os espíritos desencarnados e que não foram preparados convenientemente para fazerem a "grande viagem", correm e tremem de medo, quando se deparam com a triste e deplorável realidade do plano astral inferior, pois lá e cá são como cópias em papel carbono.

Lembrei-me duma expressão interessante, quando conversava com um espírito carente, numa reunião de desobsessão. Ele, como a maioria dos que passam para o outro lado da vida, julgam que ainda estão vivos, em corpo físico. Quando perguntei-lhe a razão do engano, respondeu-me: "Tudo é tão igualzinho"!...

Vou ficando por aqui, suplicando ao Amado Mestre Jesus que aumente nossa pequena coragem para enfrentarmos o medo, nesses atribulados dias dos "Tempos Chegados". Caso contrário, nossas mentes entrarão em pânico, desequilibrando-se.

Calma, coragem e fé, em Deus nosso Pai, Fonte de Amor Infinito que não desampara seus filhos.

Até a próxima!

Margarida

GESJ, junho de 2010


Em homenagem ao Dia das Mães

Mãe, tu és a fonte viva do meu ser,

nobre genitora que me concedeu a vida,

reajustando-me com os débitos

que outrora me fizeram padecer.

Mãe, minha guardiã e fiel amiga,

em teu seio, tu sempre me abrigas

e estando a teu lado,

não há mal que me aflija.

Mãe querida e apaziguadora,

tu és a minha eterna tutora

e com tua mão protetora,

me soerguerás para ascese redentora.

Casimiro Cunha

Em 08/05/2010


Ainda sobre Fernando de Noronha:

Até animais participaram da luta

Salve, irmãs! Que a paz e a bondade estejam entre vós!

A batalha noturna teve início, mas não chegou ao fim. Durante todo o dia, lutareis. Por toda parte, levantam-se seres ignorantes contra vós, habitantes locais, resistentes à transformação necessária do progresso. Foram insuflados contra vós e lutam ao lado das Forças do Mal.

Muitos espíritos são libertados e transportados para o socorro. Cansaço e golpes vos abalam a saúde, por isso recomendamos a ingestão de líquidos em quantidade maior que a usual, para que haja drenagem das substâncias mais densas.

Medicamentos são ministrados para minimizar o impacto dos ataques. Não estranheis os distúrbios intestinais, pois também serão usados para drenagem das toxinas.

Paz, em Jesus! Que o Mestre abençoe a todos nós!

Dr. Cruz ("Praia Cacimba do Padre" – Fernando de Noronha, PE)

 

Vidência: Vi, no plano astral dessa praia, todo o aparato para recolhimento dos irmãos resgatados das profundezas do mar. Tendas se espalhavam pela areia e, no mar, os animais arregimentados lutaram conosco, libertando os presos em naufrágios, nas regiões abismais.

Golfinhos nadavam velozmente na direção do inimigo, dando cabeçadas na boca do estômago, deixando-os tontos, atordoados; baleias pegavam esses espíritos atordoados e lançavam para a superfície. Após, eles eram lançados às alturas e, quando caiam na água, já estavam desacordados e eram recolhidos em tendas ou iam direto para as Naves-Prisões.

Os corpos dos prisioneiros recém libertos que chegavam à superfície eram recolhidos por águias que sobrevoavam permanentemente a região e levados delicadamente no bico para as tendas, na areia, onde recebiam os primeiros socorros. Em seguida, eram encaminhados, de acordo com suas condições e necessidades. Tartarugas também atuavam na condução dos feridos, carregando-os nas costas.

Alguns desses irmãos, em melhor estado de saúde mental, iam ter conosco para serem doutrinados, enquanto seus semelhantes ficavam agrupados em certas tendas, a fim de ouvir, ao mesmo tempo, a doutrinação retransmitida, através de aparelho semelhante à televisão.

"Praia Cacimba do Padre" (Fernando de Noronha, PE)

Em 06/11/2009

 

Os sofredores de hoje foram os sanguinários de ontem

Irmãs, salve o trabalho, em nome do amor!

A caridade e o amor, que as fizeram serem as executoras dos Planos Superiores, aliviaram o sofrimento de milhares de irmãos que aqui padeceram como consequência dos seus atos de autoritarismo e barbárie, em pretéritas encarnações.

Os irmãos, que foram resgatados nesta Ilha, eram integrantes dos Exércitos Romanos, dos Bárbaros de Gengis-Kan, de Tamerlão e também dos Vikings. Muitos reencarnaram como os cruéis oficiais do Exército de Hitler. Em seus planetas de origem, fizeram parte de "exércitos sanguinários" e, por não terem aprendido as leis do amor, união e respeito ao próximo, foram degredados.

Ao estudarmos o passado da Terra, identificamos, nesses irmãos, os mesmos personagens temidos da história da humanidade. Em nossos corações, eles são amores do passado, amigos e parentes de longa jornada. Mais uma vez, auxiliaremo-los no exílio planetário.

Para nós, é alegria vermos que, através do sofrimento, começam a retomada do caminho da evolução espiritual. Os encaminharemos para as nossas Naves com o coração em festa, pelo Amor do Pai que nunca nos falta.

Aron, Extraterrestre da Equipe do Com. Yury (Fernando de Noronha, PE)

Em 06/11/2009

 

Ontem, bruxa orgulhosa; hoje, filha amorosa

Irmãos, projeto-me em vosso campo de batalha, ciente que, em Meu Nome, lutais. Por amor dedicado ao próximo, empreendestes jornada salvacionista de libertação.

Rogo ao Pai que derrame, sobre vós, a luz do entendimento para que possais compreender que a estes que socorreis foi dada a derradeira oportunidade de renovação espiritual.

Mas há muitos ainda que choram, pois sofrem. Preferiram um caminho de pedras, irregular, torto e arriscado, quando lhes ensinei o caminho reto e seguro da redenção.

Cada um de vós esculpiu a própria cruz, onde vossas consciências vos crucificarão, quando for chegada a hora.

Carregando-a com resignação, ireis desbastando o orgulho e o egoísmo, pai e mãe de todas as fraquezas e, ao final da jornada, já não sereis mais os mesmos do início e a transformação estará completa.

Pela dor, desbastais as fronteiras da ambição, unindo-vos em um só corpo, como deve ser.

Tudo aquilo que fizerdes, em Meu Nome, a mim estareis fazendo.

Deixo-vos na paz, do Altíssimo, para que nosso Pai renove as forças de todos que lutaram, em favor do Seu Reino de Amor e Luz.

Jesus (Fernando de Noronha, PE)

 

Vidência: O Mestre Jesus desceu ao campo de batalha com a forma humana. Houve uma explosão de luz muito forte, dessas que queimam todos os miasmas. Logo que o efeito da explosão passou, vi uma Torre de Luz "plantada", semelhante àquela que se formou no campo de batalha em Boa Vista-RR 1.

Noutro momento, vejo Margarida de mãos dadas com Ele, caminhando suavemente, observando os feridos. Enquanto caminhavam, na mente de Margarida passava cenas de várias vidas, na qual ela lutou do lado contrário a Jesus. Mostraram-lhe as vidas que originaram o carma dessa batalha, em Fernando de Noronha-PE, e em outras que já lutou.

Em conversa mental silenciosa com Margarida, cujo conteúdo não tive acesso, o Mestre restaura suas forças, apazigua seu coração e consolida instruções de trabalho.

Ao final da caminhada, Ele beija a sua face e diz:

Ontem, bruxa orgulhosa; hoje, filha amorosa. Cumpre-se a vontade do Pai, que seus filhos se façam livres de toda mácula.

Ide, irmã, dar testemunho da transformação, lutando em Meu Nome, saciando a sede de conhecimento dos que se encontram distantes da Luz, alimentando de esperança os corações desesperados para que creiam no poder de Deus.

E, dizendo isso, mais uma vez, Ele beija a sua testa e some, desaparecendo no ar. Margarida fica paralisada de emoção. Com os olhos, ela procura Shama Hare e, após, os dois dão um longo e forte abraço. Quando se afastam, ela diz: "Papai, enfim, o perdão de tantas faltas"!

Shama Hare, então, responde: "Filha querida, o perdão já estava aí, mas só agora pudestes senti-lo, em toda sua plenitude. Sigamos em frente, perpetuando as bênçãos recebidas pelo trabalho que eleva".

Fernando de Noronha, PE

Em 06/11/2009

1 Nota Leiam nossas Divulgações nº 51, 52 e 53.

 

Atendendo ao nosso pedido mental

Irmãs, que a paz e o amor habitem vossos corações, transformando cada célula de vosso ser espiritual, elevando-vos à condição de seres evoluídos.

O socorro aos que sofrem, de forma caridosa, voluntária e simples, com a naturalidade dos corações nobres, é o exercício que praticais com sabedoria.

Querem, os irmãos espíritas, dogmatizar a Doutrina Reveladora. Porém, sabemos que o brilho maior, a solidez dos alicerces construídos pelos Espíritos de Luz, são fortes e eternos e sobreviverão ao caos. Serão implantados na sua forma mais pura, num futuro não muito distante, quando os corações dos homens não estiverem mais manchados pelo ódio, egoísmo e orgulho.

Naquela hora, a pureza doutrinária se manifestará e os homens se entenderão diretamente com os planos invisíveis, sem a barreira inferior que não mais existirá, pois os irmãos sofredores estarão soerguidos para a Glória do Senhor, transferidos da Terra para evoluírem em outras paragens (refere-se aos exilados).

Os Espíritos que trouxeram as Revelações para a Terra continuam assistindo a esta humanidade e direcionam as mentes no cumprimento de seus deveres para que o socorro mútuo, dos planos físico e espiritual, se processe e traga benefícios aos encarnados e aos espíritos livres da matéria. A prática doutrinária, na sua pureza, requer desprendimento e amor que muitas vezes não existe, pois apegam-se à letra, em detrimento do espírito.

Irmãos, amai-vos e instruí-vos, pois é no desenvolvimento do conhecimento e do amor que alcançareis o progresso e vossos espíritos, enfim, libertar-se-ão para a Luz.

Atendendo ao vosso chamado, aqui estamos. É alegria imensa constatar que as barreiras materiais nada representam para aqueles que se encontram nas fileiras do Divino Mestre, pois Ele, nosso Irmão Maior, é a Fortaleza, a Luz, a Ponte que liga todos os corações que se amam e que amam esta humanidade; que labutam com todas as suas forças e energias para instauração da paz e da harmonia entre os homens.

Eu vos saúdo, em nome de Deus, e vos deixo na paz do Divino Mestre Jesus, Aquele que, do Alto e dentro de nós, nos conduz.

Allan Kardec 2 (Fernando de Noronha, PE)

Margarida – Eu vos agradeço, de coração, vossa presença amorosa, pois hoje é o último dia de nossa estadia em Fernando de Noronha-PE e o Irmão ainda não havia comparecido. Daí, mentalmente, eu perguntar para mim mesma: "Será que o Irmão Kardec não vai trazer suas palavras esclarecedoras"?

E, como se não bastasse, a mensagem ainda acrescentou ao meu pedido mental: "Atendendo ao vosso chamado, aqui estamos".

Fernando de Noronha, PE

Em 06/11/2009

2 Nota de Margarida: Lembro-me, agora, do único retrato do insigne Mestre Kardec: muito sério e aparentemente distante. Mas, a partir da sua primeira mensagem, em nosso GESJ, vimos que aquela barreira nunca existiu; principalmente lá na Serra do Caparaó-ES, onde ele abriu seu coração para nós e prometeu-nos ajuda, no trabalho de divulgar as Revelações, pois ele sabia o quanto é difícil e o quanto ele sofreu. Obrigada, amoroso Irmão, pelo apoio e pela colaboração no desempenho de nossas tarefas. Nosso abraço de amor e gratidão, extensivo a Vossa alma gêmea Amelie Boudet. Leiam nossa Divulgação nº 50.

 

 

Discípulos que ainda não compreenderam a essência das verdades transformadoras

Filhas amadas, congratulamo-nos convosco pela vitória de vossas almas sobre a inferioridade espiritual.

Alegria imensa transborda de nossos corações, por vermos, enfim, nossas pupilas caminharem em direção à Luz e libertarem-se das rodas de encarnações expiatórias. Imensa é a vitória da Luz sobre as trevas e dos vossos espíritos em ascensão!

Muitos discípulos, espalhados por todo o planeta, alcançam nova graduação espiritual, pelas lutas empreendidas no plano físico e astral, no trabalho dedicado e sincero de auto burilamento e renovação espiritual. Este número poderia ser bem maior, porém os discípulos não atendem ao apelo de seus Mestres, e permanecem na ilusória faixa dos que ainda não compreenderam a essência das verdades transformadoras.

O Divino Mestre Jesus abraça a Terra e seus habitantes. Sua Energia Luz, com maior força e intensidade, âncora nos corações por todo o planeta, buscando apaziguar os ânimos e detonar o psiquismo renovador das criaturas. Porém, as criaturas encontram-se iludidas, mergulhadas em si mesmas, na vaidade, no egoísmo e no orgulho, esquecem-se que o corpo físico é perecível e somente o espírito dará conta das suas escolhas, nas faixas eternas dos planos invisíveis.

Irmãs, os clamores dos sofredores chegam, com maior intensidade, aos ouvidos sensíveis daqueles que já despertaram sua consciência e estes clamores revertem-se em catástrofes, no plano físico, pois não encontram eco nos corações dos humanos e reverberam no espaço, do plano inferior para a matéria, trazendo prejuízos incalculáveis na forma de tragédias e loucura.

Mantende vossas mãos estendidas aos sofredores. Guiai-os para a saída do turbilhão inferior onde estão mergulhados, pois são poucos os olhos, ouvidos e mãos que atendem aos seus clamores angustiados.

Libertai-os, assim como fostes libertadas um dia. Alçai-os ao socorro, limpando a psicosfera da Terra, pois o Sol de um novo dia não tarda a despontar no horizonte e queimará toda a negatividade que permanecer na Terra. Expulsará todos que se mantiveram com os corações endurecidos e acenderá, definitivamente, a luz da paz, da harmonia e da fraternidade, na superfície planetária.

Do interior da Terra, as luzes que permaneceram abafadas expandir-se-ão e nada deterá o seu avanço sobre o planeta (refere-se aos nossos Irmãos Intraterrenos).

Do alto, as Naves que trazem os Irmãos Extraterrestres, atendendo ao apelo do mundo, levarão para o degredo as cargas preciosas: seres humanos que não souberam e não quiseram atender ao chamado amoroso do Divino Amigo.

Filhas amadas, colocamo-nos ao vosso dispor para perguntas ou esclarecimentos. Vossos corpos já apresentam novo brilho: o brilho da transformação e do amor.

Margarida – Intimamente, sinto-me muito feliz, pois, em alguma época, empenhei minha palavra e agora, junto com as companheiras do GESH, estamos aqui, cumprindo nossa promessa e dando graças a Deus por essa companhia preciosa de todos os Irmãos dos planos invisíveis que nos assistem. Até Zambi, espírito amigo, valoroso guerreiro africano que se encontra trabalhando na África, veio ajudar-nos, com seus animais adestrados, nesta tarefa em Fernando de Noronha-PE. É tanta alegria, "meu avozinho querido"3, que nós não temos palavras para expressar esse sentimento de amor e de felicidade que sentimos pelo dever cumprido.

Shama Hare – Nossas mãos permanecem unidas4, filha amada. Vosso passado de erros será esquecido, no momento oportuno. Mas, nesse momento, ele será lembrado para compreender que todos têm a oportunidade de alçar das Trevas para a Luz, desde que seja ativada a vontade maior de servir e de crescer.

Amamos todas vós e seguiremos convosco, até que possamos nos reunir, em "planos superiores", traçando novos rumos de trabalho e de ascese.

Eu vos abençôo, filhas amadas, e deixo-vos, na Divina Luz que nos guia.

Shama Hare (Fernando de Noronha, PE)

Em 06/11/2009

3 Nota de Margarida: Numa das minhas reencarnações no Tibet, Shama Hare foi meu avô paterno e me criou, pois eu era órfã de pai e mãe.

4 Nota de Margarida: Na viagem que fizemos à Ilha de Páscoa, Shama Hare me disse que segura minha mão desde que eu nasci e assim será, até o meu último suspiro na Terra.

 

 

Muitos outros discípulos ainda não alçarão o vôo da renovação espiritual

Filhas amadas, por muitos milênios, vimos arrastando vossos espíritos teimosos, na esteira do progresso ascensional. Por muitas vezes, resististes ao nosso chamado e impusestes barreira a nossa presença.

Mas, eis que é chegada a hora de não mais permanecerdes na escuridão, de não mais fazerdes parte dos rebeldes. Eis que é chegada a hora de conhecerdes o vosso passado para construirdes o futuro de Luz.

Muitos outros discípulos ainda não alçarão o vôo da renovação espiritual. Para eles, um futuro de trabalho árduo e dores ainda os aguarda. Mas permaneceremos sentinelas, impulsionando-os para que não resistam por muito tempo nas fronteiras do atraso.

A Terra evolui, passando para uma escala superior na sua ascensão progressista dos mundos e sua humanidade teve todas as oportunidades de ascender junto com o planeta, porém, permaneceu jungida aos "apegos" infrutíferos, peso desnecessário que mantém, na retaguarda, aquele que poderia alcançar a libertação. O "eu inferior" das criaturas ainda não foi domado e o ego pesa-lhes na constituição divina, impedindo-os de libertarem-se para a Luz. Para eles, um "mundo de expiação e provas", e mais um ciclo de dor, os despertará.

O momento é de trabalho. Trabalho sério e intenso, com renúncia e sacrifício maiores, pois não somente as tarefas avolumam-se pela desistência dos trabalhadores, mas também os sofredores avolumam-se no plano invisível, super-povoando ambientes em torno dos humanos, que já deveriam estar saneados.

Sendo assim, há sobrecarga de energia deletéria circulando entre as criaturas, criando um meio de condução ideal para as vibrações perniciosas que partem do Abismo. Portanto, maior esforço deverão empreender os Servos de Jesus para caminhar na Terra e manterem-se incólumes às forças perversas.

O Abrigo Servos de Jesus é o Foco de Luz que abrigará irmãos sofredores no plano físico, matando sua sede, sua fome, aquecendo-os do frio, curando suas feridas imediatas. Ali, deve permanecer acesa a chama do trabalho renovador.

Que maior número de voluntários seja atraído para as reuniões, aumentando a força protetora, pois a energia do Alto envolve aquela Casa de Amor e Luz. Contudo, necessitamos, no plano material, que maior número de irmãos ancorem suas forças para unidos, físico e astral, realizarem o trabalho planejado.

O Grupo Espírita Servos de Jesus caminhará, mesmo com a ausência da "egrégora" na Terra, que sois vós, filha amada, pois as estruturas, que criastes de administração, são sólidas e haverão de permanecer erigidas até que as paredes, ruídas pela água, não mais existirão.

Cada um cumprirá seu papel, pois plantastes, nos corações dos discípulos, a fé e a coragem para enfrentarem todas as etapas planejadas para cada um, em sua existência, pois já despertaram para a Luz e não mais desistirão, nesta fase em que se encontram. E o vosso trabalho, plenamente realizado, permanecerá eterno nos corações.

O tempo acelerado exige, de cada um, esforço nas atividades que realizais na Casa Espírita.

Sois pequenino Grupo (refere-se ao GESH) e exemplo a ser seguido pelos demais trabalhadores da Casa. Portanto, deveis sempre medir vossas palavras e vossas atitudes para que não venham a ferir nenhum companheiro de jornada, nem que possa trair a confiança depositada em vós.

Mantende-vos unidas, pois é na união que encontrareis as forças necessárias para os embates nos planos, físico e espiritual.

Trabalhai, trabalhai, trabalhai, pois somente assim alcançareis as portas libertadoras.

Margarida – O Irmão falou sobre o ASJ. Nós já prevíamos e tínhamos uma vaga idéia desta finalidade. Farei duas perguntas sobre o assunto. Minha primeira pergunta é a seguinte: mesmo eu não estando, em corpo físico, nosso Grupo será avisado de quando deveremos guardar mantimentos, comprar mais roupa e agasalhos, enfim, daquilo que desabrigados e sofridos necessitam, inclusive pomada e remédio? Já fizemos tudo isso uma vez e tudo ficou perdido. Chegará, para nós, um aviso, pois sendo avisados dará tempo para providenciar tudo. Teremos este aviso?

A outra pergunta é a seguinte: o vice do GESJ e do ASJ é o meu caçula Eduardo. Será que ele vai dar conta do serviço, pelo que o Irmão pode vislumbrar agora?

Ramatis – Vosso filho caçula não foi aquele preparado para a tarefa, porém, encontra-se predisposto a atender o chamado e cumpri-lo com galhardia. Será sustentado pelas irmãs, aqui presentes, e por outros discípulos que ali permanecem e que darão o suporte necessário para que o trabalho prossiga, até a etapa final da transformação da Terra. A nossa presença e a vossa presença do plano invisível, o sustentarão nos momentos de fraqueza. Vimos trabalhando sua esposa para que não seja opositora e sim, aliada. Portanto, fé e coragem, como sempre, minha irmã, pois a vitória é e será da Luz.

M – Sem sombra de dúvida, meu Irmão! E quanto aos mantimentos, ou seja, matéria perecível?

R – Os acontecimentos planetários mostrarão que o fim foi detonado. Mas, tereis os avisos prévios para que tenhais o tempo necessário de estocarem equipamentos e materiais que atenderão a população desorientada que ali bater às portas. O que fizestes no passado, de medicamentos, tinturas e materiais, foi o treino necessário que orientará as vossas ações do futuro.

Estamos convosco, irmãs, e assim permaneceremos, até que as fronteiras da Luz envolvam completamente a Terra e não haja mais escuridão e nem dor, no lindo Planeta Azul, criado para receber as sementes selvagens para que se purificassem para o Amor.

Eu vos saúdo, em nome de Deus, de Jesus, e vos deixo a paz e o amor!

Ramatis (Fernando de Noronha, PE)

Em 06/11/2009

Margarida – Nós, ajoelhadas perante vós, pedimos bênçãos. Estamos, como sempre, dispostas, alegres e felizes para dar cumprimento, até o final, às tarefas programadas e destinadas a nós.

Glória a Deus nas Alturas e Paz aos homens na Terra!

 

Oto, um amigo Intramarino

Irmãos! Nós, habitantes da Cidade Subaquática "Estrela do Mar", agradecemos a oportunidade concedida de trabalhar convosco, em nome da Luz.

Os miasmas da Ilha de Fernando de Noronha, lavados pelas torrentes de Luz, chuva de prata fornecida pelo luar e água da chuva, foram carregados para o mar e serão processados, num trabalho de reciclagem. Outras formas mais densas serão conduzidas, em redes, para alto mar. E, dispersadas pelas correntes marinhas, irão incorporar nos nutrientes da água.

Nossos amigos aquáticos encontram-se em festa e a alegria reina em seus corações, pelo entendimento de conseguir captar o trabalho que realizaram aqui. Muitos deles, em estágios já avançados de evolução, sofriam com os gritos, lamentos e choros, provindos da Ilha e do fundo do mar. Agora, estão felizes porque participaram da limpeza, tanto no físico quanto no astral.

Agradecemo-vos a confiança, fé e determinação, permitindo-nos estar convosco nesta tarefa.

Paz, a todos!

Oto, um amigo Intramarino (Fernando de Noronha, PE)

Em 06/11/2009

 

Disciplina, obediência e fé são as armas do trabalhador da Luz

Irmãos amados! Diante dos acontecimentos em curso neste planeta, vossa humanidade encontra-se perdida, confusa e mentalmente perturbada.

O ambiente mental conturbado é propício para "as forças involutivas" que aproveitando-se das fraquezas humanas, atuam em proveito próprio, desencadeando processos de vampirização das energias que lhes servem como alimento.

São miasmas resultantes de pensamentos, palavras e ações fixadas nos padrões inferiores, provenientes dos sentimentos de raiva, ódio, vingança e terror emanados que incitam os seres inferiores. Essas energias são vampirizadas e armazenadas para fins escusos.

As sensações luxuriosas, igualmente, os incitam, fazendo durar, por mais tempo, a sensibilidade nas práticas sexuais indecorosas, aberrativas e contrárias às Leis de Deus. São o orgulho, o egoísmo e seus desdobramentos em ganância, ânsia de poder, domínio e outros anseios que incitam as paixões inferiores. No momento, ganham lugar nos lares humanos e crescem nos seus corações, cultivados por seres inferiores.

Podeis pensar: os seres humanos não têm proteção contra o assédio maligno?

Cada criatura constrói para si a fortaleza espiritual que quer. Se um ser negativo encontra espaço para desenvolver suas ações menos dignas, em determinado lar, é porque ali foram abertas as portas e lhe concederam abrigo. Na contra-mão do mundo, os valores espirituais elevados encontram-se alijados a sentimentos menos importantes, ultrapassados e desnecessários para enfrentamento dos tempos modernos.

Amigos! Diante deste cenário, podeis compreender que a escolha de pertencer ao "grupo das Trevas" ou ao "grupo da Luz" é individual, particular e habita na intimidade de cada ser. Para aqueles que escolheram a direita do Cristo, fazemos-nos presentes, indicando-vos a mudança íntima necessária para prosseguir na jornada do progresso.

Estamos presentes, entre aqueles que desejam ouvir e aprender, para ampliação das consciências dos seres humanos, habitantes da superfície terrena. Que compreendam que não estão sós neste planeta e o mesmo integra um Sistema Planetário, governado pelo Senhor dos Mundos com a proposta de abrigar, temporariamente, a humanidade em jornada evolutiva.

É hora da grande "transição planetária". O planeta Terra evolui e essa humanidade, ainda inferior em seus sentimentos, acelera seu processo evolutivo. Junto à Terra, também a humanidade colocar-se-á diante do grande salto evolutivo para o qual urge intensa, árdua e séria preparação.

Nenhuma criatura é tão ignorante que não possa progredir e nenhuma criatura é tão evoluída que não possa servir. Cada qual, nessa hora, deve procurar os recursos íntimos de conhecimento e amor para colocar em curso as transformações que devem se iniciar de dentro para fora.

Vossos filhos não são vossos. São seres que a Providência Divina permitiu ligarem-se a vós para o resgate cármico necessário. Enquanto isso, outros filhos, de outros tempos, perambulam perdidos, confusos, desnorteados e carentes de luz, de orientações e de forças para progredir.

Uni-vos, em torno dessas palavras que vos trazemos. Meditai, brevemente, no que delas pode emanar de idéias e realizai o plano de trabalho que irá conduzir vossa família espiritual, no caminho da redenção.

Disciplina, obediência e fé são as únicas armas de que precisa o trabalhador da Luz. Do mais pequenino e ignorante, ao mais Alto conhecedor dos assuntos a que nos referimos, todos podem e devem trabalhar. Em comum, tendes o amor que os reuniu num só grupo.

Que essa chama, acesa pelo Mestre Adorado, possa encontrar alimento em vossa fé e crescer, aquecendo outros corações para que sirvam às Hostes de Luz.

Estaremos convosco, enquanto estiverdes com o Cristo. Coordenamos o intercâmbio salutar de conhecimentos entre as Cidades Intraterrenas e destas com os povos da superfície.

Somos Nefertiti e Akenaton.

Salve o amor, sentimento mais puro de união entre as almas!

Nefertiti (Recife, PE)

Em 06/11/2009

 

Fora do amor e do perdão não encontrareis a felicidade desejada

Meus irmãos muito amados! Deixai vir a mim os pequeninos, porque deles será o Reino do Céus.

Benditos aqueles que escutam o chamado e, fazendo-se pequeninos diante do Pai, atendem ao imperativo de servir e amar. Não basta, meus irmãos, deter o conhecimento; é preciso fazê-lo ganhar vida nos sorrisos daqueles que sofrem.

Entregai-vos, irmãos, ao serviço redentor, sem medos ou repugnâncias. Estendei as mãos e tratai as chagas abertas daqueles que tão próximos a vós se encontram, ainda que nos planos invisíveis.

Não temais o contágio, pois em cada ato de amor, de caridade que em Meu Nome realizais, ali estarei, amparando-vos naquilo que não tendes a oferecer para que possais trabalhar, em nome de Deus.

Tende fé, pois vim para que compreendêsseis que somente na fé inabalável das Leis do Pai, podereis encontrar o caminho da redenção e libertação neste planeta.

Vede: quantos irmãos carentes acercam-se de vós, nesta hora? E o que de vós ofereceis a eles?

Fazei-o de coração limpo, pois é a Mim que fareis. Cada vez que assistis um irmão sofredor, esteja ele raivoso ou triste, desesperado ou aflito, é ao Meu coração que dirigis as energias benfazejas de restauração de suas tessituras espirituais. Não espereis que a perfeição alcance vossos espíritos para que possais servir, pois é no serviço que burilais vossas almas, na direção da eterna perfeição.

Somente aqueles que se entregam ao trabalho, desprendidos dos valores materiais, desligados dos preconceitos terrenos, são capazes de compreender o caminho que redime, eleva e alcança o progresso espiritual.

Irmãos! Quanto mais correm as horas, maior é o número de espíritos necessitando de socorro.

Vim para que compreendêsseis que fora do amor e fora do perdão não encontrareis, jamais, a felicidade desejada. Sois, todos vós, encarnados nesta hora planetária, cúmplices das dores uns dos outros e somente no atendimento recíproco, no amparo fraterno, encontrareis a saída deste Mundo de Provas e Expiações. Permiti que a Luz toque em vossos corações, para que se processe a mudança de comportamento.

Que vossos braços, mãos, mentes e corações se coloquem a serviço daqueles que choram e sofrem. Que seu choro se confunda com o deles. Que suas lágrimas sejam para eles o alívio, o desabafo que permitirá o reequilíbrio espiritual. Que vossas pernas e vossos pés sejam para eles a última oportunidade de contato com o mundo material, após a morte, a fim de que compreendam que a vida continua e que o espírito vence a matéria pela força do seu pensamento.

Sede, irmãos, discípulos fieis; não apenas em palavras, mas, especialmente, em atos de caridade e amor em favor do próximo.

Que o Pai, Governador Excelso de nossas almas, possa falar na intimidade de cada um, convidando-vos à renovação necessária para essa hora.

Não é minha a vontade que vos trago, mas a Vontade d’Ele que se realiza independente da nossa, pois d’Ele emana toda força, toda graça e todo amor.

Jesus (Recife, PE)

Em 06/11/2009

 

Mais um Intraterreno a serviço da "transição planetária"

Irmãos, nós vos saudamos, em nome do Senhor dos Mundos!

Não há mais tempo para questionamentos. A hora é de trabalho e divulgação de nossa presença, como irmãos e amigos que receberão seus irmãos da humanidade de superfície para o socorro amigo e fraterno.

Não tenhais medo. Divulgai nossa presença para que, ao adentrardes nossas Cidades, não venhais a perder a vida ou a sanidade mental, devido ao medo.

O "rei"5 – "meu rei", como a dona da casa (Rita) o chamava – ali se encontra e continua trabalhando para que os irmãos de superfície creiam e aceitem as mãos amigas que brotam do interior do planeta para auxiliar, socorrer e amparar nos momentos mais difíceis dos finais de tempos da Terra.

Somos muitos e aguardamo-vos com amor.

Ícaro, um Intraterreno (Recife, PE)

Em 06/11/2009

5 Nota de Margarida: Refere-se ao apelido ou nome de um homem que conhecia os "mistérios" da existência de uma determinada Cidade Intraterrena, no Nordeste do Brasil. "Meu rei", era assim que o dito homem foi conhecido, inclusive pela dona da casa onde nós estávamos reunidas, em Recife-PE, por algumas horas. O "rei" havia falecido e Ícaro veio para confirmar que ele estava na Cidade Inraterrena.

 


 

Mensagens Diversas:

O trabalho com o Cristo redime nossas almas

Cely – Salve, Jesus! Salve, minhas irmãs! Margarida, que trabalho extraordinário!

Margarida – Foi, minha irmã? Só que eu "não enxergo nada do outro lado". Então, se vocês dizem que foi bonito, é porque foi bonito!

C – A força que desprende de cada Guerreiro disposto a lutar em nome de Jesus multiplica-se e vemos pessoas comuns, como nós, lutarem corpo-a-corpo, com aquelas "feras descomunais", sem medo, sem dúvidas, olhando para elas como irmãos doentes que são, cerceando os seus passos através da espada, num golpe certeiro, furando seus corações, dos quais emergia, como um "sangue pisado" e negro, a derramar-lhe do peito. E as transformações que ocorrem ali mesmo, diante dos nossos olhos! Vi algumas criaturas murcharem ou expandirem seus corpos, de uma forma extraordinária, que poderíeis até supor tratar-se de loucura, ou invenção da minha cabeça. Mas, é tão real!... Eu estava lá, vi e participei das lutas junto com "meu povo".

M – Era isso que eu ia perguntar: a irmã, também, estava lá com "seu povo"?

C – Sim. Quando compreendi a profundidade das tarefas que ocorrem no plano invisível e tendo mão amiga a nos socorrer, amparar e esclarecer só nos resta também enfrentar e lutar. Os nossos Superiores nos levaram a ver cenas do nosso passado, quando fizemos parte dos "Exércitos das Trevas" e lutamos contra a Luz. Deflagramos guerras, ódios e violência sobre a Terra. Hoje, muitos daqueles seres do campo oposto da luta foram nossos companheiros, Margarida. Pessoas que conhecemos em existências passadas. Porém, naquela hora, nós os víamos como irmãos doentes e o nosso coração permaneceu mergulhado no Amor do Cristo, que nos sustenta, e soubemos aproveitar este último momento. As minhas forças retornaram, já não tenho mais as marcas da doença que me levou a morte.

M – Graças a Deus!

C – O Trabalho com Cristo redime nossas almas. Tudo que sofri no físico foi necessário e merecido. Nunca tive dúvidas quanto a isso. Acontece que, com o esquecimento do espírito, quando encarnado, vem a insegurança e a perturbação, ante a dor. Mas agora, claramente em minha mente, vejo que tudo esta ligado: nossas vidas, vossas vidas. Somos um só povo, filhos de Deus, filhos da Terra.

Permaneceremos convosco, até que se finde este trabalho.

M – Até a luta final?

C – Sim. Buscaremos trazer maior contingente de trabalhadores da seara que trabalhamos, quando encarnada6, na Terra. Bem sei que, para meus companheiros de luta, será difícil acreditar que hoje trago as Marcas do Cristo e hasteamos nova bandeira, um pouco diferente daquela. Mas, não importa, pois o espírito é livre para seguir qualquer caminho que deseja. Estarei convosco, mas também com eles, nos trabalhos que realizam, buscando despertá-los para essa nova realidade de lutas no plano astral.

M – Quem está dirigindo o Centro, minha irmã? Quem é o (a) Presidente do Grupo?

C – Não sei dar com presteza esta informação, Margarida, visto que, nos últimos tempos, afastei-me para me dedicar à tarefa que os nossos Irmãos Superiores determinaram para nós, como tarefa imediata para o restabelecimento de nossas forças. Após a luta, na lua cheia próxima, buscarei esses irmãos que permaneceram na Terra para tomar pé da situação e fazer planejamentos de auxílio7.

Que saibam que nada mais importa além do trabalho na seara libertadora do Divino Mestre Jesus. Que saibam que todos os sacrifícios e renúncias são poucos na realização do trabalho, pois nossas almas são muito endividadas e são muitas as tarefas a serem realizadas. Que saibam que existem milhares e milhares, de incontáveis irmãos, sofrendo, necessitados do auxílio amigo, principalmente nas Casas Espíritas.

Que auxiliem, através da mediunidade, os irmãos que sofrem e que, para as Casas Espíritas, sejam levados pelos Instrutores, Coordenadores dos Trabalhos, a fim de "passarem" pelo médium e, através da descarga energética, do choque medianímico com o corpo físico, despertem, recebam e aceitem, de fato, o lenitivo do socorro.

Deus abençoe a todos nós, no cumprimento das nossas tarefas, para que consigamos alçar o vôo, junto com o planeta Terra.

M – Nós agradecemos o depoimento da irmã e o relato do que viu, bem como sua participação na luta, junto conosco. Isto nos traz muita alegria, principalmente para mim, que não enxergo o que se passa no plano imaterial. Conhecemo-nos nesta vida e agora, no plano espiritual, a irmã está dando uma "mãozinha", com seus comandados, nas batalhas acirradas contra os asseclas da "Besta-Fera".

C – Que disciplina, Margarida! (refere-se aos companheiros (as) do GESJ que participaram da luta)

M – Disciplina, união, coragem e fé, no Divino Mestre Jesus. Esse é o nosso lema!

C – Se conseguíssemos impor essa disciplina, em todos os Grupos que labutam na Terra...

M – Não é difícil, minha irmã! É que, geralmente, as pessoas não gostam de entrar em divergência, uma com as outras. E, para ficarmos de bem com todos, acabamos por relaxar na disciplina. Nem Jesus conseguiu agradar a todos!...

C – Os melindres começam com aqueles que conduzem os trabalhadores.

M – É verdade! É muito difícil manter-se a disciplina na Casa, pois os melindres estão sempre à flor da pele. Tenho por hábito dizer que aquele (a) que não estiver satisfeito (a), "vá baixar noutro terreiro". E funciona, pois "os criadores de casos e melindres", afastam-se do GESJ; e nós agradecemos!

C – Suas meninas são afiadas! (refere-se às companheiras do GESH: são corajosas, disciplinadas e amigas sinceras)

M – Essas, me conhecem!...

C – Deus a abençoe! Um beijo no coração do vosso filho8, pois o guardo, carinhosamente, em meu coração.

M – Eu também a guardo no meu coração, irmã. Que a Luz, do Mestre Jesus, Força que nos conduz, ilumine seu caminho e dos seus amigos e irmãos, hoje e sempre!

C – Salve Jesus!

Cely

Em 13/11/2009

6 Nota de Margarida: Cely fundou e dirigiu um Centro de Umbanda, no Rio de Janeiro-RJ, até os últimos dias de sua vida. Eu a conheci por intermédio de um filho meu, que mora no RJ. Ela possuía uma personalidade forte, determinada e era muito simpática. Faleceu no 1º semestre de 2007, mas o Centro continua em atividade. O que ela chama de "meu povo" são os trabalhadores encarnados e, também, desencarnados.

7 Nota de Margarida: Recadinho de Cely para seus queridos (as) companheiros (as) do Centro Espírita.

8 Nota de Margarida: O meu filho, ao qual ela se refere, foi quem me apresentou a esta amiga e irmã, quando ainda encarnada.

 

 

Nenhuma ajuda é menosprezada

Irmãos, há muito trabalho para poucas mãos. Em pontos distantes da Terra, mutilados pedem ajuda e os homens não os ouvem. Somente os entendem aqueles que aprenderam o significado de "fazer o bem sem olhar a quem".

Junto aos "Caravaneiros de Maria", vamos resgatando sofredores, enxugando lágrimas e contribuindo para que o plano astral deste orbe suporte o peso das dores, angústias, desesperos e outras emoções negativas que deixam o ambiente insuportável a quem não se preparou para a tarefa de ajuda.

Ombro a ombro, com irmãos dedicados, vamos criando "grupos de trabalho" e estabelecendo bases de apoio para o suporte aos médicos e outros especialistas que aqui chegam para o socorro amigo.

Nenhuma ajuda é menosprezada, por mais simples que seja. Por isso, não importa o grau de escolaridade e profissão que exerça o encarnado; o necessário é amor, boa vontade, disciplina e obediência, cumprindo, deste modo, o programa de resgate e ajuda.

Despertem e sejam mais uma mão amiga, em meio ao caos. Paz a todos!

Enoque, um Caravaneiro de Maria

Em 05/02/2010

 

Visitou-nos um Intraterrestre cientista, habitante de Stelta

Vidência: Vi chegar um Intraterreno, trazendo nas mãos um pequeno baú, contendo presentes para nós, do GESH (Grupo de Estudos Shama Hare). Dentro, havia um frasco com conta-gotas, uma vasilha que lembrava uma saboneteira contendo um pozinho e flores pequenas, sem o talo.

Ele me explicou que o líquido era um energético para repor as forças gastas em combate; o pó, uma substância cicatrizante e analgésica para sustentar-nos em luta, mesmo se feridas; e as flores eram bombas de luz que, quando lançadas, explodiam em intensidade proporcional ao seu tamanho e irradiavam muita luz ao redor.

A seguir, captei a seguinte mensagem:

Irmãs! Somos gratos pelo intercâmbio realizado entre o vosso mundo e o nosso mundo! Somos gratos pela aceitação de que vossos corações têm sobre nossa presença! Somos gratos por nos acolherem ao redor de vós, como trabalhadores, irmãos e amigos!

Temos aprendido muito com o Grupo: temos descoberto muito de nós mesmos, de nossa história aqui na Terra, através da mente poderosa do vosso Mentor Ramatis, aquele que esteve aqui, ainda há pouco, deixando um rastro de Luz e o ambiente perfumado. Com seu coração puro, acolhe-nos, como um pai e através de sua mente poderosa, nós compreendemos muitas coisas que ainda não alcançávamos.

Não temos palavras para expressar a gratidão que nos vai no íntimo, pelas dádivas recebidas do Criador. Mas queremos deixar convosco estas lembranças, preparadas com os conhecimentos que trazemos, para, quem sabe, ser-vos úteis nos momentos de necessidade.

Sabemos que lutam, lutam muito e, por vezes, há desgaste em vosso físico e feridas em vosso corpo, pois vemos o estado em que retornais após a luta. Algumas vezes, viestes em nossa Casa (mundo subterrâneo) para receber cuidados especiais. Então, preparamos estes presentes, que agora vos oferecemos. Esperamos que aceiteis porque são, de coração, do nosso povo.

Margarida – Claro, meu Irmão! Já estão aceitos, também, por nosso coração.

Intraterreno – São pequeninas obras criadas por nossos cientistas, utilizando-se do Reino da Natureza. Não farão mal algum a vós nem a outros. Entretanto, poderão auxiliar-vos nos momentos de necessidade ainda no campo de batalha. Os princípios utilizados nos tratamentos que fizestes, aqui em nossa "Casa", foram extraídos e aplicados nas pequeninas obras que ofertamos em menor quantidade, sem a força e a potência aderidas nos ambientes das nossas Cidades, mas terão utilidades no campo de batalha, sustentando-vos, mesmo feridas e já sem forças. Depois, após o combate, se necessário for, restauraremos vossa saúde, pois isso podemos fazer.

Por inspiração do Criador, desenvolvemos técnicas apropriadas para auxiliar e as colocamos ao vosso dispor, pois a luta que empreendeis é justa, é boa e eleva os seres, tanto os vencidos, quanto os vencedores. Na luta da Luz contra as Trevas, todos ganham, ninguém perde. Não seria justo sair ferido e permanecer ferido. Então, aplicada a Misericórdia de Deus, sempre haverá aqueles que poderão vos auxiliar na restauração da saúde e aqui nos colocamos, como esses agraciados para servir ao próximo. E assim me despeço, em nome de todo meu povo.

M – O Irmão é habitante de Stelta?

I – Sim. Como representante do meu povo, que me encaminhou pela primeira vez, estou convosco! Antes, eu já tinha visto, pela tela mental de dentro da nossa Cidade, vossos trabalhos. Já acompanhei procedimentos médicos do vosso Grupo que se utilizam de tecnologia avançada, vinda de fora deste planeta. Como cientista, interesso-me pelos assuntos do "conhecimento" aplicado à vida, favorável à melhoria da existência de todos os seres. Agora, tive a autorização dos nossos Dirigentes, e também dos vossos, para estar aqui convosco, trazendo estes presentes e dizendo algumas palavras de comunicação entre vós.

M – Agradecemos muito a presença do Irmão, bem como esse cuidado e carinho que teve conosco, trazendo presentes bastante úteis, no momento. Vamos enfrentar uma grande batalha, no dia do "Festival de Wesak", na qual comemoramos todo ano, na Lua Cheia, do mês de Maio. Para nós, é uma alegria e gratidão eterna, diante dos cuidados com nosso Grupo, na preparação de remédio para cura e fortalecimento dos nossos corpos, após batalhas sangrentas com nossos irmãos infelizes das Trevas. Não temos palavras para agradecer. Mas, se algum dia precisar do nosso Grupo, estaremos à disposição.

Como é seu nome, Irmão?

I – É difícil a vocalização do som que representa meu espírito, na sua língua. Natrim é o nome que mais perto posso me aproximar.

M – É um nome fácil para se guardar...

Natrim – Sou um Ser dedicado à natureza. Com ela, trabalho e convivo diariamente, aprendendo as grandes lições que esses seres possuem e nos ensinam. O tamanho da Misericórdia do Pai, da grandeza da Sua Criação, da plenitude da Sua Sabedoria, pouco ainda conhecemos! Das forças intrínsecas da Natureza: do ar, da terra, da água e de cada ser que, em cada célula, trás componentes energéticos extraordinários, cuja potência pode ser amplificada em diversas e diferentes direções, que sequer podemos imaginar em sua complexidade. Da mais ínfima criatura, ao ser mais complexo em sua organização, tudo respira Sabedoria na Obra de Deus e a Ele devemos a Reverência, o Amor profundo e a Adoração. Trabalhadores incondicionais do amor de Deus, despedimo-nos de todos vós.

M – O Irmão poderia aguardar um instantinho?

N – Pois não!

M – O Irmão sabe que temos uma Casa, lá em Vila Velha-ES. Não é a sede: é o Abrigo Servos de Jesus (ASJ) e o mesmo, atualmente, só está abrigando no plano espiritual. No plano físico, temos evangelização de crianças, aos Sábados e reuniões mediúnicas, durante a semana. Recebemos a orientação de prepararmos, o que for possível, para socorrer as pessoas atingidas pelas catástrofes que estão acontecendo na superfície da Terra.

O que eu quero dizer é o seguinte: nós vamos preparar algumas tinturas em uma grande quantidade, mas de poucas plantas. Gostaríamos que o Irmão – que é cientista e, diante de tudo o que nos falou a respeito da "Natureza", conhece o poder e a força que as plantas possuem – assim que estivermos com o trabalho pronto, caso possa, fizesse uma visita ao ASJ. Ali há um "Portal Dimensional" que dá acesso para Stelta. Desse modo, o Irmão completaria nossas tinturas com "algo mais" e ajudaria as pessoas que chegassem feridas, doentes e cansadas a recuperarem-se mais depressa. Creio que elas serão conduzidas, logo após, para Cidades Intraterrenas. Ainda não começamos porque vamos providenciar as plantas medicinais adequadas às nossas necessidades.

N – Não há diferença entre o que se passa no mundo físico e no mundo espiritual. Vossa Casa, a que se refere, demorou muito para erguer-se, devido aos constantes ataques das "Forças Trevosas", que nós chamamos de "Forças Negras". Da mesma forma, a construção do "túnel de passagem", para aqueles que serão trazidos até nós, sofre intensos ataques, constantemente. Estamos revestindo-o com materiais especiais, específicos para que, no transporte dos seres, os ataques não levem prejuízo aos socorridos, aos resgatados. Sabemos como lidar com esta situação. Porém, estaremos conduzindo seres diferentes de nós, em outras faixas vibratórias. Então, precisamos adequá-los ao trabalho, revestindo-o de maneira a proteger aqueles que serão transportados por esses túneis. Estamos trabalhando assim no momento, já tendo cumprido metade do percurso, pois extraímos, da Natureza ainda densa, os princípios de que necessitamos para efeito de proteção dos habitantes da superfície.

Quanto mais próximo o trabalho do plano físico, mais necessário que os procedimentos sejam ajustados às técnicas desenvolvidas no plano físico. Assim, também será com o trabalho que estais planejando realizar. A extração dos princípios que serão utilizados na produção dos remédios necessita do cuidado para que possa representar, com fidelidade, aquele elemento que a Natureza dispõe para vosso uso. Uma vez acertado o ponto de cada produto, nós o potencializaremos para que o seu efeito seja o mais ligeiro, eficaz e profundo em sua aplicação aos necessitados.

M – É isso o que nós estamos pedindo!...

N – Produtos de boa qualidade, a nós oferecidos, serão ainda mais preparados em alta qualidade; contudo, não cabendo as nossas técnicas a transformação, que cabe a vós processar. É difícil a tradução dos pensamentos que funcionam rápido, em minha mente, para expressá-los em vossa língua.

M – Mas, nós estamos entendendo perfeitamente! Era isso, justamente, o que eu queria. Nós preparamos a parte física, digamos, mais grosseira. Então, cabe aos Irmãos, a parte mais sutil que não vemos, mas que vamos senti-la.

N – Exato, exato!... Escutem, como nós escutamos a Natureza e sigam suas instruções, pois tudo de melhor já está dito pelo Criador. Aprendam a escutar e seguir as lições da Natureza. Dessa forma, encontrarão sempre bons resultados, seja no campo da alimentação, do medicamento ou da limpeza astro-física que realizais em vossos trabalhos, junto ao Grupo Espírita que sois.

Escutai a Natureza, pois ela fala conosco a todo instante. Mas, para ouví-la, é necessário sintonizar com seus padrões, que diferem dos humanos e, também, dos espíritos desencarnados. É, apenas, uma faixa deles, dos seres da Natureza, se é que estou conseguindo me expressar claramente. A mesma faixa destes pequeninos, que aqui estiveram limpando e purificando o lugar para vós.

M – Os Elementais?

N – Isso. Eles são seres que podem traduzir as palavras inscritas na composição genética de cada célula viva, do mais ínfimo ser unicelular, ao mais complexo, na Obra da Criação.

E, agora, retiro-me, agradecido por este contato, certo de que outras vezes, novamente, aqui estarei.

M – Que não seja o último, porém o primeiro, de uma série de muitos!

N – Estabelecemos intercâmbio para troca de conhecimentos que muito enriquecerá a todos. Somos espíritos amigos, companheiros na trajetória de evolução do planeta amigo, da Terra Mãe que nos abriga, alimenta e cuida de nós, como seus filhos.

Paz entre vós! Que a Bondade de Deus seja o caminho a vós oferecido.

Natrim, um Intraterreno cientista de Stelta

Em 24/04/2010

 

Ontem, Cacique Pena Verde. Hoje, o Intraterrestre Fênix Roarã

Que a Paz esteja conosco! Saudações, irmãs!

Desde o nosso último encontro - no qual vos disse que retornaria ao meu mundo de origem, que é a Cidade de Stelta, encontrando aqueles que, há muito tempo, a delinquência espiritual fez-me distanciar, apresentando outra roupagem, adequada àquela nova condição - guardo-vos no meu coração e sinto-me feliz pelo reencontro.

Sempre guiado por nossos Irmãos Superiores, fui designado a trabalhar convosco, agora com mais estudo e preparo nas lides do Bem. Reafirmo-vos, nessa hora, o meu compromisso de trabalho, onde resgataremos, dos charcos inferiores, nossos irmãos em estado evolutivo inferior.

Bem sabeis, que o trabalho redentor na Seara Cristã permitiu-me dar testemunhos de amor e fé, após receber o socorro amigo de vosso Grupo. E, em nome de Jesus, seguirei sempre como humilde servo, que convosco aprendi a ser. O aprendizado, outrora iniciado, onde me ensinastes que deve haver uma só língua, uma só religião, uma só nação, uma só raça e um só Deus entre todos os povos, será o baluarte da nossa vitória, da vitória da Luz.

Bravas guerreiras da Luz! Encontro-me ao vosso dispor, para levarmos o Amor de Deus a todas criaturas que se encontram desgarradas do Seu Reino.

Irmãs amadas! Mesmo encontrando-me em outras labutas e buscando mais conhecimentos nas Esferas Superiores, estarei sempre presente e nunca me esquivarei em ajudar-vos, seja como, quando e onde for.

Está sendo realizado um trabalho em equipe, no resgate planetário das criaturas, devido à Nova Era que se aproxima. Nossos Irmãos de Stelta, bem como das outras Cidades Intraterrestres de nosso Orbe, chegam constantemente ao GESJ, alargando vossos conhecimentos e preparando-vos melhor para enfrentarem as catástrofes que acontecerão, ainda mais, por todo o planeta.

Índios de diversas aldeias, sob o comando de seus respectivos Caciques, partem convosco na Caravana dos Seareiros de Jesus. Diversas "Falanges" convosco estreitaram os laços de amizade, pois é imperativo a união entre todos para a divulgação dos trabalhos que realizamos. Elementais peregrinam convosco, saneando e auxiliando todo o planeta.

Como vedes, irmãs, a Seara de Jesus é vasta e todos nós, guiados por Sua Luz, prosseguiremos sempre, amando e servindo, em atendimento à Vontade do Criador.

Despeço-me e, novamente, agradeço-vos pela dádiva do trabalho, por novas oportunidades de serviço redentor. Que Jesus, Mestre Amado, interceda por nós, ao Pai Criador, no restabelecimento da Paz e do Amor, em toda a Terra. Unidos, permaneceremos e destemidos, resgataremos.

Salve a Luz! Salve Jesus!

Fênix Roarã (Cacique Pena Verde), em 24/04/2010

 

O presente de Luz

Paz, do Mestre Jesus! Irmãos, nós, os discípulos do Amado Mestre Ramatis = Pitágoras, viemos, até vós, agradecer o presente de Luz, que são as mensagens enviadas por Ele no livro (refere-se ao nosso último lançamento: o livro "Mensagens do Mestre Ramatis", da Série Planeta Amigo).

Em nossa comunidade, celebramos felizes, pois as lições de incentivo, alerta e confiança modificam a mente do leitor atento, que observa nas entrelinhas a sabedoria passada a cada ensinamento contido nas páginas. Então, ganha o servidor da Luz a força necessária para não esmorecer nas atribulações diárias, recebendo o lenitivo e o consolo para os momentos de aflição.

Agradeço aos irmãos, em especial à Margarida, por materializar e distribuir as gotas de sabedoria do Mestre Ramatis.

Com amor e satisfação, servimos ao Mestre. Paz e Luz!

Heitor, discípulo de Ramatis, quando Pitágoras

Em 04/06/2010


Estaremos sempre divulgando, através dos meios disponíveis ao nosso alcance, mais esclarecimentos a respeito de nossos Irmãos Maiores de outros planetas e do Interior da Terra, e, também, sobre a Transição Planetária. Estas informações são de domínio público e podem ser copiadas, no todo ou em parte, sem prévia autorização, para distribuição gratuita e desde que não sejam alterados o sentido. Fica, também, autorizada sua tradução para qualquer idioma, no que solicitamos apenas o envio de uma cópia para nossos arquivos e posterior divulgação. É proibida a comercialização destas informações.

Nossas obras: Pétalas de Luz; Os Extraterrestres e Nós I e II; Cidades Intraterrestres – O Despertar da Humanidade, em conjunto com a 2ª edição de Os Intraterrestres de Stelta e Missão Submarina Extraterrestre; Os Decaídos e sua Trajetória Terrestre Vols. 1, 2 e 3; Mãos Súplices por Socorro – Nos bastidores visíveis e invisíveis dos presídios; Das Trevas para a Luz – Cidades Infernais e a "Série Planeta Amigo": Mensagens do Mestre Jesus; Em Nome do Cristo, novamente aqui estamos; Comandante Yury – Missão Resgate x Transição Planetária; Os Intraterrenos – Missão Resgate Planetário x Notícias do Cel. Fawcett; Mensagens de Allan Kardec e Helena Blavatsky; As bombas de Hiroshima e Nagasiki – Efeitos devastadores no Plano Astral; Comandante Setum Shenar, Vice do Comando Ashtar – Advertências sobre as Forças Trevosas; Mensagens do Mestre Ramatis.

Leiam nossas obras. Novos conhecimentos transbordam. Parar, pensar, mudar.

Venda dos livros na Sede, via Internet ou pelos Correios.

Endereço para correspondência: Margarida Pinho Carpes (p/ o "Grupo Espírita Servos de Jesus") Avenida Santa Leopoldina, 51, Bairro Itaparica, Vila Velha/ES CEP: 29.102-040

Endereço para assistir as reuniões: Rua Hermes Curry Carneiro, 215, Bairro Ilha de Santa Maria, Vitória/ES CEP: 29.053-221

Dia e horário: terças-feiras, às 14h e quintas-feiras, às 19h30min.

Para os que nos pedem orientação, no sentido de colaborar conosco, comecem por tirar cópias das nossas mensagens e passá-las para outras pessoas.




RETORNAR ÀS MENSAGENS E DIVULGAÇÕES
ENTRE EM CONTATO CONOSCO AGORA MESMO!
Todos os direitos reservados ao Grupo Espírita Servos de Jesus | 2017
FBrandão Agência Web