44

Divulgação 44

14/07/2007

      A+ A-


Leitores amigos, irmãos em Cristo. Saúde, alegria, paz e amor é o que desejamos a todos vocês.

Mais uma Divulgação em suas mãos. Esperamos que colaborem com o Meigo Jesus, oferecendo uma cópia a alguém.

Os Tempos Chegados, há muito já chegaram e é preciso que façamos nossa parte, pois quanto mais pessoas espiritualmente despertarem, menos exilados partirão para mundos inferiores a Terra.

Temas deste número:

1 – Festival de Wesak;

2 – Brasil, Terra da Promissão;

3 – Correspondência recebida;

4 – A Besta e suas ameaças;

5 – Ainda Helena Blavatsky;

6 – Pétalas de Luz.

 


1° Tema – Festival de Wesak

Há muitos anos vimos realizando, à "nossa moda", o Festival de Wesak, na praia ou na montanha. Este ano, devido à violência que campeia, nós fizemos nossas preces e concentrações ao ar livre, porém cercadas de muros e paredes por todos os lados, embora a céu aberto, recebendo diretamente os raios lunares.

Abaixo, algumas das mensagens recebidas. O restante sairá no próximo número.

Muitas tormentas ainda vivereis

Vidência: Do lado de fora, intensa algazarra de trevosos tentando entrar. Durante o mantra, eles são envolvidos numa corrente de Luz e são aprisionados.

Uma esteira de Luz desce até nós e, suavemente, deslizando sobre ela, Maria de Nazareth. Permanece flutuando no meio do círculo e lança seu doce olhar sobre nós.

Capto as seguintes palavras:

Filhas amadas, mantende acesa nos corações a chama da esperança.

Esperança de um futuro feliz que, necessariamente, não será nesta Terra.

Visito aldeias fustigadas pelo infortúnio e acalento os corações sofridos, acalmando seus espíritos, sussurrando-lhes ao ouvido que o sofrimento atroz é passageiro e necessário.

Tende esperança e fé.

O Filho Amado que, mesmo inocente, derramou o Seu Sangue neste planeta, derrama Seu Amor sobre toda a Terra; e, nos corações sofredores, derrama o bálsamo do Seu Amor que os sustentará ante a prova redentora.

Os tormentos atrozes de hoje são o outro lado da moeda, provenientes de vossas ações perversas contra o próximo.

Não vos rebeleis frente às provas; antes, ajoelhai e suplicai coragem para prosseguirdes.

Vossas lágrimas vertidas com resignação e fé são o ungüento para vossas feridas; feridas estas que vós mesmos abristes em vossos espíritos.

Esperança e fé, irmãos que sofreis as injustiças do mundo! Não tarda a raiar o Novo Dia, onde as trevas não mais existirão e o Sol brilhará intensamente, aquecendo os corações jubilosos por terem vencido a si mesmos e à escuridão. (Terra Renovada)

As Sublimes Lições de Jesus, Seu Doce Legado para o mundo, deveis praticá-las para adentrar o Novo Dia que nasce.

Muitas tormentas ainda vivereis. Gritos e ranger de dentes ouvireis e sentireis. Mas segui confiantes, passos firmes e com a certeza de que Jesus à frente vos aguarda.

Esperança, irmãs! Não tardará o amanhecer.

Maria, GESH, em 02/05/2007


Deixai o queixume das dificuldades

Vidência: Siddhartha Gautama, o Buda, nos visita. Ele surge sobre uma flor de mil pétalas, flor de lótus. Seu olhar é grave, mas nada diz. Circula entre nós e pára, quando capto as seguintes palavras:

Muitas vezes o caminho é de pedras pontiagudas, fere os pés dos transeuntes e ainda é constituído de ladeira íngreme que lhes consome energias.

Mas, apesar de difícil, é o caminho seguro da salvação.

Nem sempre o caminho livre de obstáculos guarda segurança.

Cada criatura deve trilhar o caminho compatível com sua tarefa e sua culpa.

Abandonar o caminho difícil pelo caminho livre de obstáculos, lançará a criatura a cemitérios obscuros de perdição.

Deixai o queixume das dificuldades.

Não percais tempo buscando as belezas do caminho. Fechai os olhos e enxergai a trilha certa da salvação.

Assim, livre das cenas que distraem o caminheiro, seguireis certeiro a senda da ascensão.

Buda, GESH, em 02/05/2007


Redobrai a vigilância íntima

Não penseis que os seres das trevas vos perdoarão por permanecerdes na Luz.

Venderam-se a peso de ouro e quererão comprar-vos também a peso de ouro.

Sua terrível vingança vos persegue, mas não vos alcançará enquanto estiverdes fiéis ao Cristo Jesus.

A soberba de desejar dominar o planeta obscurece-lhes a razão e, ensandecidos de ódio, não medem esforços violentos para reduzir o contingente de Cordeiros que labutam por libertarem-se e trabalham incansavelmente na Seara de Jesus.

Irmãos, redobrai a vigilância íntima.

Pensamentos sintonizados com o Bem, ações construtivas e palavras de incentivo e perdão.

Realizai vossas atividades diárias em coerência com o Código Moral do Evangelho de Jesus, pois olhos frios e selvagens vos espreitam. Qualquer vacilo e conseqüente queda vibratória de vossa parte, tornar-vos-á mais vulneráveis aos ataques hediondos.

Orai e vigiai. O Cristo vela por vós.

Rama Schaim, GESH, em 02/05/2007


O tempo é curto e os desequilíbrios planetários estão sem controle

Vidência: Vejo-nos com túnicas especiais, alvas, com desenhos em alto relevo, na Montanha Sagrada, entre Monges. Tudo ali inspira respeito e harmonia. Depois, recebi a mensagem que segue:

Irmãs, a hora planetária é grave.

Tormentosos demônios atordoam as criaturas inocentes que já não conseguem definir o seu Senhor. Escravizadas à matéria, amam-na acima dos dons espirituais.

Aconchegados e afeiçoados ao metal, usam-no para abrir-lhes as portas da felicidade e da fé.

Iludidos, emporcalham suas vestes e suas consciências, atolando-se nas areias movediças dos castelos medievais do astral inferior.

As Luzes do Mais Alto acendem-se com força e irradiam-se sobre a Terra, mas as criaturas estão por demais densas para absorverem Sua Pureza.

Que a Chama da Luz do Mais Alto fortaleça os despertos e anime os indecisos.

A hora é grave, o tempo é curto e os desequilíbrios planetários estão sem controle.

Orai, irmãos! Orai, fortalecendo vossos espíritos para o porvir.

Rama Schaim, GESH, em 02/05/2007


Sensatas palavras de Chico Xavier

Vidência: Vejo Chico Xavier com pessoas encarnadas, desligadas do corpo físico pelo sono, numa assembléia em que ele, à frente, palestrava.

Irmãos, venho até vós, nesta assembléia, para vos alertar!

Devereis esforçar-vos em superar o ceticismo crescente dentro de vossos corações e mentes quanto à realidade dos fatos que já não poderão manterem-se ocultos.

As Casas Espíritas que, por excelência, formam médiuns que labutam nos diversos Centros Espíritas espalhados pelo mundo, apresentam-se, muitas vezes, com preconceitos e idéias errôneas incutidas em suas mentes, evitando o contado e manifestação com irmãos nossos que foram escravos e apresentam-se como pretos velhos ou pretas velhas ou como irmãos índios e silvícolas pois tiveram sua encarnação, como espírito imortal, nas aldeias e em florestas dantes verdejantes. Estes irmãos vêm sendo excluídos das sessões espíritas.

Vimos alertar-vos que essa atitude anti-cristã é desprovida de bases da Codificação Kardequiana e hoje coloca-os em situação desprivilegiada, pois se aproximam, mais e mais, os momentos de intensa turbulência do Juízo Final e Irmãos de outras Galáxias, de outros Sistemas Planetários, aportam na Terra e trabalham ombro a ombro com os terráqueos em socorro a esse planeta e sua humanidade.

Também Irmãos nossos que habitam o interior da Terra, manifestam-se com maior intensidade na luta pelo saneamento planetário de "final de tempos". Se vós, espíritas, fechastes a porta para os irmãos terráqueos por se apresentarem na condição de pretos velhos e silvícolas, barreira ainda maior construístes para os Irmãos Intra e Extraplanetários.

Num passado recente estive entre vós e me conhecestes. Agora, aqui estou como espírito livre e sequer imaginais o Novo Mundo que se descortina ao servo sincero de Jesus. Portanto, irmãos, acolhei todos os espíritos que aportarem em vossas Casas Espíritas como irmãos, oferecendo-lhes o devido respeito e consideração e também buscai no estudo, o conhecimento necessário para abrirdes as portas das mentes e corações para os Irmãos Extras e Intraterrenos que, voluntariamente socorrem-nos nesta hora extrema de "final de tempos".

O Mestre Lionês nos legou sua extraordinária obra que nos embasa no trabalho doutrinário, mas é através da abertura de vossas consciências, sem falsas idéias preconceituosas que vos impedem de enxergar, que podereis contribuir com o trabalho espiritual para o resgate das almas sofredoras e despertamento de suas mentes da ignorância em que vivem.

Jesus é nosso Mestre e nosso Guia.

Ligai vossas mentes à Fonte Inesgotável de Amor e estendei vossos braços em direção aos irmãos que chegam com o desejo sincero de ajudar esta humanidade devedora.

Jesus abençoe a todos. Vosso amigo

Chico, GESH, em 02/05/2007

Nada impede o espírito de ascender, evoluir, mas este arranja milhares de desculpas para estacionar no erro, na ignorância, nas trevas.

Chico, GESH, em 02/05/2007


O céu também vos aguarda

Vidência: Vejo a Montanha Sagrada, os monges e intensa energia nos envolvendo. Tudo é mágico.

Mestre Shama Hare nos conduz a um local onde temos uma vista panorâmica de um dos lados da Montanha. Seres negros intentam invadir o lugar, mas, é claro, nem se aproximam, pois sabem que seriam queimados se chegassem à curta distância.Em seguida, Shama Hare fala:

A Doce e Sublime Energia do Mestre Jesus inunda o orbe, abrindo clareiras por entre púmbleas nuvens que o envolvem.

Humanidade tola, ainda necessita de santos para admirarem, pois suas atormentadas consciências não permitem compreender que todos os seres criados pelo Pai Magnânimo um dia atingirão a angelitude.

Suas mentes necessitam contemplar criaturas que são consideradas santas, para atormentarem-se ainda mais, pois acreditam que esses nobres seres são os eleitos de Deus para habitar Seu Reino Celeste.

Irmãos, retirai a venda dos vossos olhos! Não há eleitos de Deus, pois todos vós sois candidatos em potencial à angelitude, bastando para isso que vossa vontade firme e resoluta seja ativada.

Vossos tormentos conscienciais poderão ser apaziguados quando descobrirdes que não há infernos eternos para os culpados e que podereis redimir-vos ante o próximo e perante Deus.

Afastai-vos da ignorância e lançai-vos com urgência máxima à Luz da compreensão porque os Desígnios de Deus são, em muito, superiores às vossas idéias. Reconhecei-vos como insignificantes criaturas a caminho da redenção espiritual.

Irmãos, não vos perturbeis ainda mais, abrigando em vossos corações a inveja dos ditos eleitos; lançai-vos, ainda hoje, na reconstrução do vosso porvir, agindo como Jesus agiu, sofrendo como Jesus sofreu e ressurgindo para a Luz, como o Mestre Jesus.

Vós sois deuses, disse o Mestre.

Crede, o céu também vos aguarda, bastando desejar e agir. Paz convosco.

Shama Hare, GESH, em 02/05/2007


Sou a Chama do Amor que nunca se apaga

Vidência: Ao final da recitação do mantra, através da esteira de luz, a Venerável Maria, mãe de Jesus, leva-nos até à Montanha Sagrada, para assistirmos ao magnífico Festival de Wesak.

Lá chegando, cada uma ficou no degrau compatível com sua vibração. O cenário era lindo!

Em seguida, captei as sublimes palavras:

Irmãos, falo aos vossos corações.

Perscrutai vosso íntimo. Aí Estou, sempre Estive e sempre Estarei.

Julgastes estarem perdidos na escuridão, mas Eu aí Estou, dentro de vós.

Sou a Chama do Amor que nunca se apaga e ilumino vossos passos, mesmo que aos vossos olhos a escuridão seja perene.

As pragas que assolam essa humanidade não partiram do Coração do Pai Amantíssimo que vos ama.

Todas as tormentas foram provocadas por vossas ações no erro; pelos desejos sórdidos que acalentais; pela falta de amor que habita em vossos frios corações.

Iniciastes o "ranger de dentes" e não temos como parar o inevitável sofrimento que vos chega.

Atormentados filhos do Meu Pai, erguei vossa fronte ao Alto, dobrai vossos joelhos no chão e redimi vossas faltas, para que possais permanecer sobre a Terra.

Não vos perdeis mais uma vez, pois na região longínqua à qual sereis lançados, mais difícil será de Me sentirdes a Presença.

Eu Sou por vós. Quem será contra vós?

Sananda, GESH, em 02/05/2007

 


2° Tema – Brasil, Terra de Promissão

Resposta do Mestre Ramatis=Kuthumi, atendendo a uma pergunta de um leitor amigo. Ei-la:

"Como pode ser o Brasil o País do Futuro, Terra de Promissão diante da atual situação que vivemos?"

O Mestre Ramatis, como sempre, atendeu-nos, como é de seu estilo, de maneira clara e precisa, através da mensagem abaixo:


Sementes da Nova Era

Ao longo da trajetória do homem sobre a Terra, muitas revelações foram trazidas acerca de "finais de tempos" e em todos os tempos, o homem escarneceu e olvidou as revelações.

Houve tanto descaso para com os avisos do Alto, emitidos pelas Hostes Superiores para a Terra, que o homem estagnou no progresso moral e espiritual e somente hoje, no atual século, devido às confirmações das antigas profecias, é que o medo vem suplantando o descaso para com avisos tão importantes.

Que importa saber neste momento a veracidade dos fatos sem a necessária vontade de mudança íntima, para contribuir na instalação da Nova Era de Paz?

Estais às vésperas do evento da transição planetária e, somente agora, surge um maior interesse sobre o assunto. Infelizmente, não poderão ser revertidos os acontecimentos já desencadeados e em curso de "Final de Tempos".

Buscai, cada um de vós, descobrir a veracidade dos fatos e lutar pelo auto-burilamento, antes que forças externas descontroladas ceifem vossos passos.

O Brasil, é o Coração do Mundo e a Pátria do Evangelho. E constituído de um povo manso, de índole pacífica, crente e cheio de fé, fraterno e amoroso. Em suas terras brilham a maior parte das Cidades Intraterrenas do planeta que acolherão os que forem merecedores de serem resgatados.

O Brasil possui o Chacra Cardíaco da Terra e se o Coração morre, o Corpo fenece. Portanto, aqui, para as Cidades Intraterrenas, serão trazidas algumas sementes humanas da Nova Era. País jovem, ainda não contaminado pelo desejo de poder, ambição e domínio sobre outros povos, como muitas nações que já viveram milênios.

As "naves extraterrestres" recolherão outra parte de terráqueos, que também poderão repovoar a Terra do futuro; todavia, naves menores conduzirão também os resgatados a Naves-Mães, preparadas tanto para receberem e albergarem os irmãos terráqueos, como para conduzi-los, de acordo com uma prévia seleção, para planetas preparados com a finalidade de receberem terráqueos em habitação transitória, porque, posteriormente, retornarão a Terra.

Ainda pelas naves-intergalácticas, irmãos da Terra serão reconduzidos a seus planetas de origem. Esses são em número reduzido, pois a maioria daqueles que serão resgatados, merecedores de habitarem a Nova Terra, ainda não têm condições de retornarem ao planeta de origem.

Portanto, irmãos, o Brasil é a Terra de Promissão.

Terá boa parte do seu atual território preservado e mais outro tanto que emergirá, para substituir a parte que será submersa pelos cataclismos finais.

Se o Brasil de hoje se apresenta por demais contaminado pela corrupção, não foi afetada a índole pacífica do povo que continua mantendo um padrão superior, o que garante a permanência do território como Nação do Futuro.

Um só povo, uma só nação, uma só raça, uma só língua, um só Deus e o território brasileiro estará representado na Terra do Futuro.

Quanto aos brasileiros, cada um deve esforçar-se para graduar-se junto ao planeta e fazer parte da Nação do Futuro.

Poderá o homem, no uso do seu livre arbítrio, detonar uma guerra nuclear, mas as Forças do Bem tudo farão para evitar fatídico acontecimento de proporções catastróficas e inimagináveis pela mente humana.

Trabalhai, irmãos, pela disseminação do Bem e neutralização do Mal. Despertai o amor adormecido em vosso íntimo e a verdade se descortinará ante vossa visão turvada pelos sentimentos mesquinhos e egotistas que consomem as existências na matéria.

Acordai! A Luz do Grande Sol brilha intensamente sobre vós. Trabalhai por alcançá-la. Esta Luz é o Mestre Jesus! Buscai-O! Ele vos aguarda, hoje e sempre.

Ramatis, GESH, em 16/03/2007

 


3° Tema – Correspondência Recebida

Dentre as inúmeras cartas e e-mails que recebemos, destacamos esta "por livre e espontânea vontade nossa", sem o conhecimento do autor.

Ela se refere a "Mãos Súplices", livro polêmico devido às "revelações fantásticas" que contém. Aliás, não é para admirar, pois, onde o Conde Rochester se encontra, profundos conhecimentos sobre o "plano astral inferior" aí também são encontrados.

Não por falta de material, pois sobram mensagens. Nós a inserimos nesta Divulgação pela força e convicção do seu conteúdo.

Quem a escreveu é um jovem médico, pediatra, pai de uma linda garota, casado com uma bela jovem sensitiva. Espiritualista como a esposa.

"Quem tem olhos de ver, que veja."

Margarida

"(...), 05 de novembro de 2006

Querida Dona Margarida,

É com grande carinho e consideração que estou lhe escrevendo, finalmente e se já não o fiz antes é devido aos meus reduzidos dotes de escritor.

Foi com grande expectativa e alegria que recebemos o último trabalho maravilhoso do seu grupo, "Mãos Súplices por Socorro". As revelações nele contidas, algumas bastante impressionantes, porém sob a nossa ótica, nada absurdas, só serviram para reforçar nos Trabalhadores da Luz a gravidade do momento em que nós estamos vivendo. Este trabalho "infiltrado" das forças trevosas há muito já é sentido e pressentido por nós. Basta vermos o desenrolar da política, da corrupção, do domínio nefasto dos meios de comunicação tentando impor-nos seus conceitos amorais ou imorais e, dessa forma, tentando arrastar consigo os jovens ou mesmo os não tão jovens que, por invigilância, não se apercebem da estratégia usada no aliciamento. E assim, mais e mais, baixando o nível vibratório do ser humano nesse momento tão difícil e crucial.

Todos esses meios servem ao "grande poder" que "tudo" controla do ponto de vista material e faz com que as dificuldades e as distrações não nos deixem tempo para pensarmos e sintonizarmos com energias de vibração elevada que nos alçariam ao rebanho do Pai Altíssimo. E este "grande poder", sem dúvida, é tutelado pelo rei do abismo que, em sintonia com os reptilianos, tenta levar adiante seus planos escravizatórios e deletérios ao planeta e aos seres humanos.

Eu tinha sentido, Dona Margarida, como um "deja-vu", no movimento alucinante das ruas no dia-a-dia, é como se uma energia que eu já conheci, estivesse de novo presente, causando uma tensão, um peso no ar, uma pressão. Tenho comentado com minha esposa que esta sensação certamente é a que antecede momentos de uma grande e drástica mudança, ou até mesmo catástrofe.

Após a vossa revelação de 06/06/06, eu não tenho dúvida que os tempos chegados já são chegados. Nós, como Guerreiros Autoconvocados do Comando Ashtar, estamos sentindo mais e mais a necessidade de fortalecer os elos entre os comandados, para juntos tornarmo-nos ainda mais fortes, associados à fé inabalável em Sananda e seus Comandados de Alta Hierarquia a serviço da Lei Maior do Pai Altíssimo.

Este livro esclarecedor não pode faltar para todos os que se preparam para essa grande e definitiva luta, na qual a Luz penetrará nas trevas.

Dona Margarida, gostaria que se fosse possível a senhora me enviasse por reembolso postal, mais uns 5 ou 6 exemplares do livro, para que eu pudesse distribuí-los à alguns irmãos que trilham esse caminho e lutam diariamente, tentando manter a fé e a coragem nesses tempos tão difíceis.

Sei que me estendi demais e vou ficando por aqui, deixando-lhe um abraço e um beijo fraternal, meu, de ... e da pequena ..., e a certeza de que somos soldados humildes à disposição do Governador Maior, quando recebermos o chamado.

Abraços sinceros,

E...

 


4° Tema – A Besta e suas ameaças

Destacamos este assunto devido ao inusitado do mesmo.

Todas as terças-feiras, sessão destinada ao público, destacamos os 3 canais (=médiuns) treinados e disponíveis para se concentrarem a fim de entrarem em comunicação com nossos Irmãos Superiores ou outro Ser que queira trazer sua mensagem. Foi justamente naquele momento que a "coisa" aconteceu. Coincidência ou não, pois já recebemos alguns recados dela ou dele, Besta ou Dragão, naquela terça-feira, líamos e comentávamos o Capítulo 15, "A Besta do Apocalipse" do nosso livro "Os Decaídos e sua Trajetória Terrestre", 1° volume, quando um mensageiro da Besta, com a devida autorização do Guardião do GESJ, adentrou nosso salão e, através de uma das médiuns, foi lida a carta da Besta, trazida por ele. Antes, porém, tomemos conhecimento da vidência:

Vejo chegar um Mensageiro das Trevas. Ele se dirige ao Guardião que cuida do portão de entrada, pelo lado de fora, da nossa Casa Espírita. O Guardião o escuta e aciona alguém de dentro do GESJ.

Passa certo período de tempo e chega o Dr. Cruz, Chefe da Equipe Médica do GESJ, com uma maleta e acompanhado por dois seguranças e dá um banho no Mensageiro com alguma substância que desconheço. Pareceu-me fazer uma verdadeira assepsia em seu corpo. Depois o envolve em uma bolha transparente, para que possa adentrar o Centro.

Após a limpeza, "ele" sobe a rampa, escoltado na frente e atrás por seguranças. Entra no salão, fica de pé do lado direito do público, sempre cercado pelos seguranças bem atentos. Nessa hora, vejo-me sentada, assistida por Instrutores da Casa, iniciando a concentração.

O Mensageiro da Besta abre um papel que traz consigo e inicia a leitura de sua mensagem, a qual denominamos Autêntico recado da Besta:

"Nada faço contra vós.

Aqueles que querem contrariar o Governo Geral da Terra denigrem minha imagem, incutindo, em todos, o terror.

Fracos e fortes compõem a humanidade e é da Lei que os fortes subjuguem os fracos. Esses devem aceitar e servir.

Falam de mim, mas só faço dar vazão ao instinto animal dos seres humanos, segundo suas próprias vontades. Nenhum de vocês é obrigado a me servir, mas os que assim o querem, tornam-se felizes, pois agem de acordo com seus instintos.

Se me seguem, é porque reconhecem, em mim, um Mestre. Se sua lei é tão justa, não deveriam intervir em meus domínios.

Mas os filhos do Cordeiro são rebeldes e insistem em enfrentarem-me. Crêem que têm forças contra mim. Plantei seguidores em todas as partes do mundo. A um sinal meu, forças negativas explodirão, gerando, na Terra, desespero, dor e tristeza.

Sangue é derramado para alimentar o Exército das Trevas, afinal não há nisso transgressão nenhuma; todo animal necessita de alimento e os seres humanos, como animais que são, não seriam uma exceção.

Venho, por meio do mensageiro, manifestar-me. Já que ousam dedicar seu tempo a proferir inverdades a meu respeito, concederam-me o justo direito de refutar as palavras tolas que procuram iludir os homens.

Como já disse, a humanidade é composta de fortes e fracos. Aqueles que não quiserem ver seu sangue derramado ou sofrer o ataque dos meus seguidores, que se tornem fortes e se unam a mim, segundo meus ditames, que são em tudo mais fáceis do que aqueles do seu atual Mestre (refere-se a Jesus).

Se assim não o fizerem, serão alvo de nossos fortes guerreiros e, como são fracos, serão subjugados.

A força animal que a todos vocês comanda é superior a tudo e sobre ela agiremos sempre.

A Besta

Mestre Soberano das Trevas

e Futuro Governador da Terra, em 01/05/2007

Nota: A audácia seria inconcebível se essa fosse a primeira vez, mas já recebemos muitas ameaças e inúmeros ataques ao longo dos anos. O Grupo Espírita Servos de Jesus continua de pé, mais firme e forte que nunca. Significa que está no caminho certo, a ponto de incomodar a Besta e seus fiéis servidores.

"Onde há força maior, cessa a menor". Jesus é a Força e a Luz que nos conduz.


A prece de um feiticeiro poderoso

Vidência: Vi formar-se no céu, bem de frente ao portão de nossa Casa, uma tempestade. O céu escureceu e as nuvens se aglomeraram. Um forte raio negro caiu por terra e formou-se a figura de um mago negro. Ele fixou os olhos em mim com olhar desafiador e debochado e esboçou um leve sorriso.

Acompanhada de perto por um Instrutor, fui tentando compreender melhor do que se passava. O Instrutor orientou-me a observar, pois a criatura falava alguma coisa. Tive dificuldade de sintonia. Via sua boca se mexer, mas não ouvia os sons. Após algum tempo, comecei a captar as seguintes palavras:

Oh! Forças do mal!

Conclamo os Seres das Trevas, para agir. Precisamos destruir o antro das bruxas redimidas (O antro é o GESJ e as bruxas somos nós), para que cesse seu poder de exterminação do nosso povo.

Besta idolatrada, ergue as feras dos recônditos das regiões infernais para que subam à superfície, unindo nossas forças contra os Seres da Luz.

Trabalhemos a postos, diante do "portal" da perdição de muitos dos que nos seguem e arranquemos das garras dos "servos submissos", os pobres irmãos nossos.

Ataquem a toda carga. Força e coragem, pois eles não sobreviverão a este ataque poderoso. (Lutamos e vencemos)

Trevas reunidas, exterminem a Luz!

Destituam os Poderes do Cordeiro, erguendo na Sua Casa o emblema da dor!

Vidência: Nessa hora, o ser passou a proferir palavras em outra língua, incompreensível para mim. Seguiram-se gestos mágicos e manipulação de "forças da natureza". Aproveitando a pausa, fiz perguntas ao Instrutor.

P – Trata-se de um Mago Negro, meu Irmão?

R – É o duplo do ... que procurando se informar sobre quem atrapalhava seus planos, estabeleceu aliança com os Poderosos das Trevas que nos perseguem e uniram-se nesse ataque para destruírem o GESJ.

Voltamos à cena inicial onde se encontra o Mago. Ao terminar o ritual, seres medonhos surgem voando em nuvens negras e fétidas e atacam.

Avançam ferozes contra os Trabalhadores de nossa Casa que estavam do lado de fora, porém são fortemente combatidos, pois aqueles que acredito serem sentinelas treinados para essa finalidade, ergueram suas espadas rapidamente e enfrentaram, sem titubeios ou surpresa, o ataque dos monstros voadores.

O alarme soa, os Trabalhadores que vinham chegando com espíritos socorridos apressam o passo para entrar, enquanto os trevosos avançam sobre eles, tentando arrancar-lhes os infelizes socorridos dos abismos.

Agora, já não vejo mais uma figura humana no lugar do feiticeiro, mas sim, um portal negro, de onde continuam saindo monstros voadores. Parece que ele se transformou nesse "portal negro", situado a mais ou menos 100 m do portão de entrada do nosso Centro. Por esse portal, feras horrendas continuam saindo.

Novamente vejo a imagem do Mestre Ramatis com o turbante e as fitinhas. Sereno, irradia correntes elétricas das laterais de seu corpo. Tudo que nelas toca é imediatamente pulverizado pela alta voltagem de Sua energia.

GESH, em 09/12/2006

Obs: Omitimos o nome do personagem, pois se trata de alguém ainda encarnado no físico, trabalhando abertamente com magia negra, aliado às Forças Trevosas.

O porquê do ataque é que pessoas a beira do suicídio e outras, no limiar da loucura ou da morte, foram libertas pelo GESJ em nosso singelo trabalho de desobsessão.

Hoje, 20/12/06 quando escrevo este texto, duas grandes batalhas já enfrentamos com esses Seres das Trevas e todos nós estamos vivos. Graças a ajuda do Divino Cordeiro, Mestre Jesus.

Margarida


Os Portais Negativos

Há, sobre a parte invisível da Terra, Portais Negativos, porém mantidos sob severa vigilância das Hostes da Luz.

Através desses Portais, dá-se a passagem da energia densa para o plano físico que, por sua vez, é ativada pela energia dos encarnados, como acontece com os Portais Positivos.

Os Portais Negros ou Negativos não são fixos, pois entram em atividade onde há concentração de energia densa no plano astral e físico.

Muitos dos Portais Negativos foram ativados neste "final de ciclo planetário", devido a imensa carga negativa que circunda o planeta, proporcionando a ativação de diversos desse tipo, espalhados pelo orbe.

O maior deles em poder e força, mantido pela densa carga magnética das regiões profundas dos Abismos, encontra-se no Oriente Médio, na Ásia, onde se localiza o Governo Oculto do Mal.

As descargas negativas partidas do Abismo, somadas à carga áurica primitiva do Planeta Intruso e mais as descargas pestilentas emanadas dos encarnados e desencarnados, permitem a abertura, por maior tempo, daquele importante Portal das Trevas, dali saindo grande força maligna em direção à superfície.

Espalham-se as pérfidas criaturas sobre a superfície planetária e ligam-se aos seres encarnados e desencarnados que se afinizam a eles nos vários setores das sociedades civis e militares, conduzindo as grandes massas aos conflitos, contendas e guerras.

As "bestas" ou "feras" ensandecidas libertadas dos abismos chegam à superfície através dos tenebrosos Portais.

Lutas renhidas constantes são travadas pela Luz contra as Trevas, buscando capturar o maior número de seres destituídos de raciocínio, comandados pelas Feras, asseclas inteligentes da Besta.

O Exército da Luz luta no invisível, incansavelmente, para reduzir o contingente negativo lançado às massas, atenuando as dramáticas e funestas conseqüências na matéria.

Também, através dos Portais Negros, excursionam os Servidores do Cristo em busca de seres escravizados há milênios e mantidos presos em regiões até agora inacessíveis ao socorro.

Irmãos! Há muitas lutas, muito trabalho e pouca cooperação por parte desta humanidade.

Tudo que ocorre nesta fase final do ciclo planetário foi previamente planejado por Mentes Superiores e todos os irmãos que se encontram em sofrimento, assim permanecem pelo uso indevido do livre arbítrio. Durante milênios, as criaturas semearam nas trevas e terão que colher sua funesta semeadura.

Os corajosos Guerreiros da Luz trabalham incansavelmente para a libertação do planeta e de sua humanidade do jugo da escuridão, correndo contra o tempo, pois este é escasso. Quando naturalmente se romperem as barreiras da nova dimensão, o automatismo agirá em todas as criaturas, e, onde estiverem, serão lançadas para as dimensões afins e sofrerão choques vibratórios nesta transferência compulsória para o exílio. Não é isso que desejam os Servidores do Cristo e os Irmãos Maiores que aderiram ao Plano Terra de Socorro a essa humanidade e ao planeta.

Os acontecimentos serão intensos, dinâmicos e simultâneos, não podendo a mente limitada dos encarnados compreender com clareza.

Trabalhai irmãos, trabalhai para despertar as consciências adormecidas na ignorância. Trabalhai por vossa própria libertação.

Eu vos saúdo em nome do Cristo Planetário.

Setum Shenar, em 30/03/2007


Um derrotado vitorioso

Pertenci às hostes das trevas por longa eternidade.

Submeti-me espontaneamente ao comando de Seres vinculados às forças controladoras das regiões abismais.

Extorqui, humilhei, persegui. O prazer de praticar o mal me embriagava, aliviando a dor que me corroia a alma. Dor que, obsessivamente, me convidava a conhecer sua origem, mas que, alimentando meu exacerbado orgulho, recusava-me permitir fosse revelada.

Na insensatez dessa louca trajetória, já não me conformava como mero figurante, cumpridor de ordens.

Precisava mais!

Assim, escalei novos degraus de comprometimento, aperfeiçoando métodos de tortura e obsessão. Despertando admiração dos pares em insanidade, conquistei postos mais elevados na "Hierarquia do Mal".

Embriagado pelo poder, subestimei todas as forças do universo, fazendo soar aos "Seguidores do Cordeiro" minha superioridade, em forma de provocação. Talvez, por essa razão, senti-me, de repente, na condição de desafiante, e obrigado a enfrentá-los numa espécie de batalha, cuja vitória já se me afigurava garantida.

Entretanto, letalmente atingido por estranha arma que mais tarde soube tratar-se da "espada do amor", rendi-me incondicionalmente.

Bendita derrota!

Derrota que me fez tomar consciência de quem sou, das dores que causei e das perspectivas para o futuro, em forma de grande sofrimento que me aguarda.

Porém, tenho sido informado que através de um mecanismo denominado mediunidade, do qual fizestes referência na lição desta noite, haverei de receber sublimes orientações das equipes deste "simpático agrupamento de trabalho no bem", que muito poderão aliviar meu sofrimento futuro.

Minha presença nesta noite, somente possível com ajuda destes colaboradores, tem como objetivo maior, provar a mim mesmo ser capaz de um gesto de humildade e pedir vossas preces em benefício de um derrotado vitorioso.

Um Irmão em recuperação

 


5° Tema – Ainda Helena Blavatsky

O chamado mediúnico. Como atendê-lo.

O Evangelho de Jesus é o código moral único que deve nortear os caminhos de todos os seres.

A mediunidade muitas vezes traz transtornos para a vida, principalmente quando há rebeldia do médium que não quer reconhecer-se como tal, ou algumas vezes ela exerce intensa pressão negativa naqueles que não se decidiram pelo caminho com Jesus.

O chamado mediúnico, quando ocorre, deve ser atendido de imediato, pois sendo trabalho de alta responsabilidade, eclode no momento exato que deve ser, quando o indivíduo está psicologicamente preparado para desenvolvê-lo e os caminhos iluminados por onde deverá trabalhar.

Mas ocorre que o ser humano é desobediente e rebelde e revolta-se contra o fenômeno libertador que lhe bate à porta. Muitas vezes, já acomodado em religião obtusa que lhe desmente a mediunidade e a reencarnação, não encontra forças para, por si mesmo, dar o primeiro passo a fim de libertar-se dos preconceitos e lançar-se aos novos caminhos iluminados que se abrem claramente a sua frente.

Torna-se então a mediunidade, naquele que a renega como doença fatal, fonte de desequilíbrios múltiplos, físicos e mentais.

A mediunidade não é doença ou fatídico peso; é solução para saldar dívidas acumuladas com o próximo.

Irmãos, encarai a mediunidade, não como castigo, antes sim, como bem-aventurança, remédio salutar para a alma doente.

Buscai as respostas para os desequilíbrios que vos parece doença, mas que é aviso da eclosão inevitável da mediunidade.

O roteiro seguro, caso queirais exercê-la é o Evangelho de Jesus, não o da confusa Bíblia, mas o Evangelho enviado e supervisionado pelo Espírito de Verdade. Este sim, vos dará a certeza do caminho excelente a seguir.

Doando-se semanalmente, em benefício do próximo carente das regiões invisíveis, estareis a vos resguardar das doenças desequilibrantes da mente, que tanto receais.

Mediunidade que cura, que esclarece, que desperta e ilumina as almas presas na escuridão da ignorância.

Que Jesus vos conduza pelo caminho da regeneração, através da mediunidade que cura.

Salve o Divino Jesus.

Helena Blavatsky, GESH, em 09/02/2007

Seguiremos por mais algum tempo no trabalho de desenvolvimento mediúnico em vossa Casa. Aqui descobrimos o quanto ainda carecemos de aprender. Buscamos sequiosos, tudo descobrir e entender. Seguiremos ainda, um pouco mais, na Seara dos Servos de Jesus.

Helena Blavatsky, GESH, em 09/02/2007


Mediunidade na infância – Como conduzi-la

A intensidade do fenômeno mediúnico e o momento de sua eclosão, difere de uma criatura para outra.

Muitos médiuns, desde a infância, vêem-se envolvidos com o fenômeno, mergulhando constantemente no plano astral, convivendo com a presença dos espíritos em sua vivência diária.

Alguns, na mudança da infância para a juventude, vêem-se molestados por fenômenos que não conseguem descrever, nem dominar. Outros, já na idade adulta, o fenômeno mediúnico ocorre bruscamente ou de forma suave.

Cabe a cada médium, independente da intensidade da manifestação do fenômeno mediúnico, exceto as crianças, buscar um Centro Espírita onde possa disciplinar a mediunidade, equilibrando-a e expandindo-a.

Um grande contingente ignora-lhe a força e fogem assustadiços e rebeldes. Poucos buscam os agrupamentos espíritas para a disciplina e o trabalho e mesmo dentre os médiuns que labutam na Seara Espírita, há os que são indisciplinados e negligentes com os estudos e estacionam numa faixa "básica" do fenômeno, não se permitindo tornar-se medianeiro capaz de operar com segurança nos vários campos de desenvolvimento da mediunidade.

Estacionados, perdem a grande oportunidade de mais rápido progredirem e ainda causam aborrecimentos aos Dirigentes dos Trabalhos, pois não seguem disciplinarmente as regras apresentadas para um bom desenvolvimento da mediunidade.

Cabe aos Dirigentes, por sua vez, estimular no desenvolvimento, que o médium siga as instruções e esforce-se por melhorar-se.

Nas crianças, cujo fenômeno espontâneo elas não conseguem controlar, cabe aos pais evangelizarem-se para conduzir a criança dentro das normas do Evangelho de Jesus, a fim de que sua frágil mente infantil encare o fenômeno com naturalidade, sem assustá-las com "o horror dos ataques de fantasmas". O Culto do Evangelho no Lar e a prática das Lições de Jesus contribuirão para que no momento em que a criança atingir idade ideal, busque, ela mesma, fazer parte do Grupo da Juventude Espírita, que estuda e desenvolve salutarmente o fenômeno mediúnico.

Cada médium possui uma tarefa regeneradora, que deve esforçar-se em cumprir; não é castigo de Deus a eclosão prematura do fenômeno, é sinal de muito débito para com o próximo e grande responsabilidade no cumprimento salutar da mediunidade.

Jesus nos conduz, hoje e sempre.

Helena Blavatsky, GESH, em 16/02/2007


Prenúncios de despedida

Eu vos saúdo em nome da Luz Maior que conduz os nossos destinos na Terra!

Bendito seja o nome de Jesus, Mestre Adorado que permite que possamos nos redimir das faltas cometidas perante Suas Leis Divinas.

O trabalho mediúnico, do modo que é exercido nesta Casa, é extraordinário, minha irmã. Muito diferente do trabalho de pesquisa que tenho levantado aqui mesmo no Brasil, pois permite o socorro sincero a um grande número de espíritos desequilibrados que aportam do lado de cá, completamente desorientados, perdidos, doentes, enlouquecidos. E o trabalho mediúnico que é realizado nesta Casa, acolhe o espírito seja ele quem for, com amor sincero, tocando-lhe fundo na alma, despertando nas fimbrias mais íntimas do seu ser, a necessária vontade de mudança, ou apenas a aceitação do socorro que é ofertado, amorosamente, pelos irmãos Servos de Jesus.

O número reduzido de trabalhadores faz com que o trabalho também seja reduzido, mas a qualidade é extraordinária. Os trabalhadores que aqui labutam diariamente vêm voluntariamente, o fazem com amor e atendem às necessidades dos espíritos sofredores e dos Irmãos Trabalhadores, que conduzem as atividades do plano invisível.

Ainda permaneceremos um pouco mais em vossa Casa de Caridade aprendendo, antes que minha vida tome um novo rumo.

M: O irmão, ou irmã quer se identificar?

HB: É vossa irmã Helena quem vos fala.

M: É a irmã Helena Blavatsky? Por que a irmã vai embora? Por que não fica trabalhando conosco?

HB: Humildemente, tenho permanecido, mesmo anonimamente, em todas as atividades mediúnicas de vossa Casa. Algumas vezes, como professora, outras vezes como aluna. Muito tenho aprendido e me transformado nesse labor; ainda permanecerei por um período trabalhando e aprendendo na Seara de Jesus o muito que perdi no passado. Agradeço, humildemente, esta oportunidade, ao Adorado Mestre Ramatis e ao Mestre Jesus.

M: A irmã pretende reencarnar-se?

HB: Num futuro não muito distante.

M: A irmã permaneceu muito tempo no astral?

HB: Sim, muito tempo.

M: Tomara que nos encontremos em outra encarnação.

HB: Permanecerei no Brasil, na Futura Terra, mas haverei de encarnar breve para cumprir compromissos deixados para trás, antes que ocorra a Grande Transformação. Contudo, ainda permanecerei um pouco mais nesta Casa Acolhedora, onde refiz minhas forças psíquicas, morais e espirituais, fortalecendo-me para os embates futuros.

M: As lições tão claras que a irmã nos doou sobre mediunidade formaram um "pequenino guia" para médiuns iniciantes e também para desenvolvidos. Creio mesmo, que ele serviu para despertar alguns médiuns que se encontravam desviados do caminho.

Que seu esforço, irmã, seja compensado. Que Jesus lhe dê forças para a nova jornada.

HB: Muito ainda gostaria de fazer, antes de partir. Comprometida com os Trabalhadores deste Grupo, continuarei um pouco mais no trabalho.

Queremos deixar nossa gratidão, mais uma vez, testemunhar-vos a grandiosidade do trabalho realizado nesta Casa de Caridade humilde, porém grandiosa em força e em poder de fé.

M: A temporada que a irmã passou conosco trouxe-nos surpresa, mas também, muita alegria e sabedoria, fruto de sua própria experiência como espírito desencarnado. Laços de profunda amizade foram feitos ou, quem sabe, refeitos!... Afirmamos que no plano físico, encarnada, ou no espiritual, em qualquer circunstância, conte sempre com a gratidão de todos os humildes trabalhadores do GESJ.

HB: Sabemos que nossos seguidores do passado e mesmo aqueles que lêem nossas obras atualmente, duvidam da veracidade da nossa presença nesta Casa. Mas, pouco me importa, minha irmã, pois o meu maior objetivo é redimir-me ante as Forças do Bem do Mestre Jesus e do Grandioso Mestre Ramatis (Kuthumi) que confiou a minha pessoa muita responsabilidade, onde falhei drasticamente. É nesse sentido que seguirei, renovando as forças no trabalho com Jesus, sempre anonimamente.

Salve a Força que nos conduz, do Divino Mestre Jesus.

Helena Blavatsky, GESJ, em 14/05/2007


Estamos ligadas por muitas eras passadas

Irmãos, que as Forças do Bem os protejam e conduzam na jornada terrena.

Venho até vós esclarecer-vos quanto ao meu destino.

A falta cometida no passado com o Mestre Lionês e principalmente com o adorado Mestre Ramatis, por rebeldia ou soberba, omissão e descrença, evitando e até censurando aquilo que seria o grande impulso para minha alma devedora, caso eu houvesse concretizado os planos para aquela existência, abraçando o Espiritismo e a Teosofia, alcançaríamos uma maior abertura da consciência das criaturas.

Esse meu pecado fez meu espírito estacionar no espaço, preso de culpa e remorso, ao reconhecer o erro. Como já esclareci, muitas barreiras encontrei para realizar qualquer tipo de trabalho como este, que carinhosamente me tem permitido esta Casa.

Mas se finda o ciclo planetário e pouco tempo me resta para reajustar-me, convenientemente, ante os adorados Mestre Jesus e Ramatis (Kuthumi) e minha própria consciência.

Tendes, Margarida, um extraordinário poder de visão do futuro. Realmente, reencarnarei em um Mundo Suplástio (mundo semelhante à Terra) com maior cota de sacrifício que me proporcionarão a adequada vibração para habitar a Nova Terra.

O tempo no espaço difere do tempo na matéria e, pelo vosso tempo, ainda permanecerei nesta Casa alguns meses. Nas festas que comemoramos o nascimento do Iluminado Jesus, partirei para nova encarnação.

Afetos sinceros construímos nesta Casa e reacendemos velhas amizades.

Seguiremos com o Cristo seja para onde for, pois Ele conosco está, hoje e sempre.

Helena Blavatsky, GESJ, em 26/05/2007

 


6° Tema – Pétalas de Luz

São mensagens de vários Irmãos extras, intras e terrestres que nos dão o que pensar sobre a situação caótica do mundo!

Guerras, fome, luxúria, falcatruas, corrupção, violência, catástrofes e acidentes naturais e os provocados pelo ser humano.

Tudo isso faria sentido se estivéssemos vivendo no tempo das invasões dos Bárbaros ou quando muito, na época medieval. Mas, quando pensamos que dois mil anos já se passaram desde a vinda do Sublime Ser, que viveu entre nós, o Adorado Mestre Jesus e nos legou Seus Divinos Ensinamentos como "Fazei ao próximo como gostaríeis que vos fizessem".

Por acaso as pessoas agem desse modo?

Não se espantem se souberem que 2/3 dos terráqueos e um pouquinho mais, juntando plano físico com o astral já estão com passagem garantida para o exílio.

Não há mais justificativas para tantas barbaridades!...

Não há mais como deter a morte do Planeta

Vidência: Vejo uma das Guardiãs da Cidade Luz e Amor que me leva a percorrer a Floresta Amazônica. É muito triste a paisagem. Extensas áreas devastadas. O local parece um grande hematoma sobre a superfície planetária. A floresta parece estar triste e murcha.

Depois me leva a ver um lugar com árvores milenares, troncos gigantescos, nascentes cristalinas. Não sei se é na superfície ou no interior do planeta.

Em seguida, ela falou:

Irmãos, eu vos saúdo em nome do Cristo Planetário!

Densas nuvens envolvem a Terra e impedem o planeta de respirar. Os canais por onde os ductos serpenteiam o planeta, levando a linfa da vida, estão obstruídos pelo lixo e contaminação da presença humana.

O desleixo das criaturas permitiu a expansão do Reino do Mal, que se apodera com seu braço destruidor de tudo quanto é vida e que possam sugar sua seiva vital.

As florestas, dantes tão exuberantes, fenecem ante as richas sangrentas para possuí-las, não para preservá-las. Arrancam-nas da Terra, tornando-a árida e revertendo a vida da mata em bens de consumo material.

Incalculáveis são os prejuízos de vida humana e selvagem.

Os rios contaminados pela fúria humana secam, deixando à mostra leitos ressequidos, animais putrefatos.

A Terra fenece e seu canto de dor gera a revolta dos seres menos evoluídos e regozijo dos trevosos.

Não há mais como deter a morte do planeta, que qual Fênix, renascerá para a vida de paz da Nova Era.

Irmãos despertos para a Luz, vibrai em amor pela Terra, aliviando suas dores.

Lembrai-vos que sois filhos da Terra e deveis amá-la.

Os tentáculos das trevas tentam destruí-la pensando possuí-la. No entanto, a Luz que nunca se apaga, brilhará com mais intensidade na alvorada da Nova Terra, surpreendendo a tantos quantos desavisados, que pensam ter alcançado a vitória da dominação.

Sarramarrarani, em 11/05/2007
Ser intraterrestre da Cidade Luz e Amor, situada na Amazônia


Em nome do Cristo, novamente aqui estamos

Imorredouros tempos vividos na matéria, imortalizados em nossa alma eterna.

Contemplando o passado e revivendo a tragédia do Gólgota, fere-nos a alma sensível reconhecer-nos tão ignorantes outrora. Nossa pureza d’alma não nos permitiu enxergar a trama diabólica, que culminou com o assassinato na cruz do Divino Enviado de Deus.

Agora, menos ignorante e mais lúcido, revendo o passado, somente lamentamos que tamanho sacrifício do Mestre não foi suficiente para transformar a turba.

A humanidade de outrora continua em sua maioria, em romagem na Terra atual e ainda desprovida da fé e do amor que transporta as criaturas a condições superiores.

Retornamos ao convívio humano; muitos, ainda no espaço, ajudando ao Mestre no despertamento das consciências, agora como "pescadores de almas", formados na escola da vida que ensina e fere, mas aperfeiçoa a alma sedenta de progresso.

Não mais a ingenuidade nos tolhe a visão e hoje enxergamos com nitidez os caminhos tortuosos, construídos pelos desvios humanos. Caminhos perigosos, pegajosos, imundos, escuros, insalubres para a alma humana que ainda imperfeita, ali se deleita na construção de doloroso porvir.

Em nome do Cristo, novamente aqui estamos, Planeta Amigo, a labutar cheios de esperança de "pescarmos" as almas aflitas e já preparadas para enfrentarem novo caminhar, agora, transmutadas pelo Amor do Cristo.

São poucos os irmãos que vislumbramos em condições de receber a Luz Maior e absorvê-la em próprio benefício regenerador. Mas, oh, Cristo Jesus! Há ainda uma multidão enegrecida pelas torpezas da vida, pelos vícios fesceninos, ignorando o amor. Tombadas na lama, andarilhas desnorteadas, presas nas teias dos vícios se chafurdam na dor. Não aguardam ver a Luz, pois ignoram sua existência; tamanho o tempo que se encontram estacionadas na escuridão, que nem mais se lembram do Sol Renovador.

Em Vosso nome, Jesus, a elas nos dirigimos como nossos irmãos pequeninos e buscamos retirá-las das tormentas que construíram para si mesmas. Nós as resgataremos da escuridão e as lançaremos em outros orbes que, compatíveis com seu atraso espiritual, mostrar-lhes-ão novamente a Luz.

Aqui estamos, Senhor, para novamente seguir-Vos e, como outrora, Vos servir incondicionalmente no amor.

Jesus, Mestre Adorado, sustentai vossos servos para que eles não tombem e possam, em Vosso Nome, resgatarem as almas tristes perdidas, sanear o planeta para a Regeneração.

Salve a Luz do Divino Pastor.

Thiago Maior, GESH, em 16/02/2007

Estaremos sempre divulgando, através dos meios disponíveis ao nosso alcance, mais esclarecimentos a respeito de nossos Irmãos Maiores de outros planetas e do Interior da Terra. Estas informações são de domínio público e podem ser copiadas, no todo ou em parte sem prévia autorização, para distribuição gratuita e desde que não seja alterado o sentido. Fica também autorizada sua tradução para qualquer idioma, para o que solicitamos apenas o envio de uma cópia para nossos arquivos e posterior divulgação. É proibida a comercialização destas informações.

Nossas obras: Pétalas de Luz; Os Extraterrestres e Nós, Vols. I e II; Cidades Intraterrenas – O Despertar da Humanidade em conjunto com a 2ª edição de Os Intraterrestres de Stelta e Missão Submarina Extraterrestre, Os Decaídos e Sua Trajetória Terrestre, Vol. I e II e Mãos Súplices por Socorro – Nos bastidores visíveis e invisíveis dos presídios.

Leia nossas obras. Novos conhecimentos transbordam. Parar, pensar, mudar.

Endereço para assistir reunião: Rua Hermes Curry Carneiro, 215, Ilha de Santa Maria, Vitória/ES.

Dia e hora: Terças-feiras às 14h e quintas-feiras às 19:30 h.




RETORNAR ÀS MENSAGENS E DIVULGAÇÕES
ENTRE EM CONTATO CONOSCO AGORA MESMO!
Todos os direitos reservados ao Grupo Espírita Servos de Jesus | 2017
FBrandão Agência Web